Black Fraude: Fuja das armadilhas da Black Friday c/ essas dicas

Confira as principais armadilhas da “Black Fraude” e saiba como aproveitar as promoções sem dor de cabeça

Quando chega novembro, a gente já consegue sentir até o cheirinho de desconto e preço baixo! Para muitos, é o momento mais aguardado do ano quando o assunto é consumo – até mais do que o Natal. O fato é que a Black Friday se aproxima, mas também traz com ela muitas armadilhas. Neste artigo, vamos te dar dicas valiosas sobre para não cair na famosa “Black Fraude”!

Como este é um período onde as pessoas estão sedentas por comprar barato, muitos criminosos se aproveitam da situação. Principalmente, pela Internet. Por isso, é necessário redobrar a atenção e ter muito cuidado, especialmente diante daquelas ofertas que parecem “boas demais para ser verdade”.

Este ano, a Black Friday acontece no dia 26 de novembro. Ou seja: faltam poucos dias! Os “esquentas” já começaram no comércio e os consumidores aguardam a data com grandes expectativas, na esperança de comprar os produtos que desejam a preços baixíssimos.

Anúncios


Você também está ansioso? Então, não deixe de ler este artigo! Vamos te contar quais são as 8 práticas mais comuns da “Black Fraude” para você ficar esperto e não cair em nenhuma dessas armadilhas. Vamos lá?

Black Friday ou Black Fraude? Fuja das armadilhas!

mulhe preocupada com a black fraude

1 – Preço baixo com frete caríssimo

Já viu essa? É bem provável que sim. Quando chega a Black Friday, diversas lojas passam a anunciar preços absurdamente baixos para vender os seus produtos no calor do momento! Elas sabem que o cliente já está com o cartão de crédito na mão, animado para gastar.

No entanto, para compensar esses descontos que te atraem, as lojas aplicam – e muito – no frete. Não caia nessa armadilha da “Black Fraude”: o desconto fictício. Faça uma pesquisa em várias lojas e compare os valores finais de todas elas, antes de comprar o seu produto definitivamente.

Anúncios


2 – Descontos Falsos

Essa é clássica. Funciona assim: algumas semanas antes da Black Friday chegar, lojas fraudulentas aumentam os preços dos seus produtos. Quando a data chega, elas devolvem o preço original ao produto, anunciando super descontos. “Black Fraude” total.

Antes da famosa sexta-feira chegar, procure monitorar o preço do produto que deseja. Assim, você irá pagar o justo – um valor com descontos reais! E não uma mentira, uma fraude.

3 – Dados pessoais roubados

Anúncios


Milhares e milhares de cartões de crédito sendo utilizados nos mais diversos tipos de site, em um único dia! Esta aí é a oportunidade perfeita para os hackers de plantão, criminosos que desejam roubar os seus dados à distância. Por isso, não faça compras em sites desconhecidos ou suspeitos! Nunca forneça os seus dados pessoais e bancários nesses endereços.

4 – Produto esgotado na hora da compra

A maior parte das ofertas da Black Friday tem estoque limitado. Por isso, fique atento! Algumas vezes, o produto acaba no momento da compra. Agora, vamos te dar uma dica de ouro para não passar por isso neste dia.

Anúncios


Acesse os seus sites favoritos, aqueles em que você sempre compra e confia, e atualize os seus dados de cadastro e compra. Assim, no dia da Black Friday, você ganha tempo e a vantagem de não perder a oferta que há tanto esperava.

5 – Preços maiores do que os anunciados

golpe da black fraude

Armado dessa informação, não vai ter “Black Fraude” para você. Ao se deparar com um preço de mercadoria mais alto do que o anunciado como oferta, o preço que vale é o menor.

Na Internet, sempre preste atenção se não há alterações no preço do produto ao longo do processo de compra. Algumas lojas fazem isso e o consumidor, sem perceber a alteração no valor, compra pensando que está pagando o preço anunciado.

6 – Lojas falsas

É na Black Friday que os sites de lojas falsas fazem a festa. É, de fato, uma verdadeira “Black Fraude”.  Existem muitos sites que imitam lojas reais, na intenção de roubar os dados do cartão de crédito e vender produtos falsos para os consumidores.

Evite fazer compras em sites que você não conhece e sempre desconfie de preços muito baixos e descontos muito altos. No site do Procon, você encontra uma lista de sites não recomendados. Também evite clicar em links que chegam por e-mail ou redes sociais.

Anúncios


7 – Produto trocado

É preciso ter muita atenção ao comprar na internet. As fotos enganam e nem sempre o site ou loja é confiável. Assim, muitas pessoas têm seus produtos trocados.

Você tem 7 dias para se arrepender de uma compra online, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor. Mesmo assim, vale muito mais a pena se prevenir e evitar dor de cabeça, certo?

8 – Presentes de Natal que não chegam

Muuuuita gente mesmo compra na Black Friday. Por isso, algumas pessoas acabam recebendo compras atrasadas, principalmente de Natal.

Antes de finalizar a compra, verifique qual é o prazo de entrega.O fornecedor é obrigado a cumprir com o prazo. Se não, ele pode ter que te devolver o dinheiro.

Anúncios


E aí, gostou das nossas dicas para aproveitar a Black Friday de maneira segura, sem cair na “Black Fraude”? Continue aqui o Blog e confira outros artigos valiosos sobre Finanças!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0