3 dicas valiosas para não estourar o limite do cartão de crédito

Aprenda a se manter na linha e não abusar do limite disponível no seu cartão de crédito

Já parou para pensar o que acontece se você estourar o limite do seu cartão de crédito? Se pararmos para perceber, os cartões de crédito do mercado não costumam vir com limites muito altos.

Ainda que seja possível aumentar o limite do cartão de crédito gradativamente através de bons comportamentos financeiros, não é nada fácil. Enquanto isso não acontece, fica mais fácil ainda estourar o limite. Saiba que essa não é uma prática saudável do ponto de vista financeiro.

Enquanto o banco não olha pra gente com carinho e aumenta o limite do cartão de crédito, o que a gente faz? Preparamos este artigo especialmente para te contar este e outros segredinhos que podem te ajudar nessa jornada.

Também separamos 3 dicas para você não estourar o limite do cartão de crédito. Afinal de contas, isso traz consequências e você vai ficar sabendo quais são. Vem com a gente na leitura deste artigo?

Limite do cartão – Entenda melhor

O limite de um cartão de crédito nada mais é do que o valor que se pode gastar nele até o pagamento da próxima fatura mensal.

Digamos que você tenha um limite de R$ 1.000! Isso significa que este é o valor total que você poderá gastar em compras até pagar a próxima fatura e liberar, novamente, o limite.

O limite dos cartões de crédito varia. Ele vai depender, principalmente, da sua renda e do seu comportamento e histórico financeiro. Quanto mais conhecimento financeiro em prática e boas decisões envolvendo dinheiro na sua vida, maiores as chances de ter um limite de crédito alto.

O Score de crédito também conta bastante nessas horas, pois é através dele que se mede o comprometimento financeiro de um consumidor. Quanto menor o seu Score, menores serão os limites oferecidos pelo banco.

E por que os cartões têm limite?

Essa é uma pergunta bem simples de ser respondida. Já pensou se os cartões de crédito não tivessem limite e todos pudessem comprar à vontade? Ia ser um Deus nos acuda! O limite é uma forma que os bancos têm de controlar os gastos do seu cliente.

Quando você passa o cartão para pagar por uma compra, o banco paga na hora para você e te dá o benefício de pagar por aquilo depois. É como um empréstimo, e o dinheiro precisa voltar para que a instituição não saia no prejuízo.

Sem um limite, é fato de que a maioria dos consumidores iria gastar além do que o seu orçamento permite. Que bagunça enorme pra economia Brasileira, hein? E olha que ela já não é lá essas coisas todas.

Por isso, o limite do cartão de crédito é um mecanismo de extrema importância. Confessa pra gente que se não fosse esse “pequeno” detalhe você também não ia parar nunca de comprar, vai.

O que acontece se eu estourar o limite do meu cartão?

As vezes a gente sai gastando e quando vê… estourou mesmo o limite do cartão de crédito! Não podemos dizer que é normal, mas acontece. Estourar o cartão é gastar até o último centavo de limite disponível.

O ato em si não é o fim do mundo, mas traz consequências negativas. Uma delas é que até você pagar o que está devendo na próxima fatura, não vai mais poder utilizar este cartão para nenhuma compra.

Existe ainda um pequeno detalhe. Às vezes, você não sabe que o limite está quase acabando, e faz uma compra que ultrapassa o valor. O seu banco pode autorizar a compra, sabia? Acontece que o valor excedente será cobrado com taxas de juros que não costumam ser baixas.

Esse serviço se chama limite emergencial, e está disponível em muitos cartões de crédito do país. Pode ser considerado um benefício, mas você também vai ter um baita susto quando a fatura chegar.

Percebe que estourar o limite pode não valer a pena? O mais indicado é sempre evitar. Assim, você evita gastos como cobrança de juros por ter utilizado mais crédito do que o inicialmente disponível no limite do seu cartão de crédito.

É claro que quanto maior o seu limite melhor, né? Se o seu estiver baixo, confira algumas maneiras de aumentar o limite do seu cartão de crédito gradativamente.

3 dicas para não estourar o limite do cartão

1 – Organize a sua vida financeira

Pois é, caro leitor, além do seu cartão de crédito, é importante que você também tenha limites! Isto é, que tenha controle sobre os gastos, pense duas ou até três vezes sobre a necessidade de comprar algo e comprar com consciência.

É por isso que a educação financeira se faz tão importante. Através dela, aprendemos a tomar melhores decisões acerca da nossa grana, passando a gastar com o que realmente importa e a reconhecer a importância de poupar e investir.

2 – Não comprometa mais do que 30% da renda com parcelas

Uma das principais vantagens de ter um cartão de crédito é poder comprar parcelado. Acontece que as compras parceladas podem se transformar em um monstro, além de é claro, comprometer parte do seu limite pelos próximos meses.

Se o seu salário é de R$ 10 mil, por exemplo, o recomendado é que você não comprometa mais do que R$ 3 mil em compras parceladas no cartão.

3 – Tenha uma reserva de emergência

Um dos conselhos que a gente mais dá aqui no blog é a respeito da reserva de emergência. Ela é muito importante mesmo! Ter dinheiro guardado para fazer pagamentos emergenciais a vista é uma das formas de não estourar o limite do seu cartão de crédito.

Faça uma poupança ou comece a investir em fundos de renda fixa para começar a formar a sua reserva. Mensalmente, poupe um pouco do seu salário até que obtenha o equivalente a 6 meses de contas pagas.

Gostou deste artigo? Conta pra gente nos comentários!

Em Alta

Aguarde…

0