Saiba como lucrar investindo em renda fixa

A crise financeira mundial tem dispersado a atenção de alguns brasileiros, esses consumidores têm percebido que o tradicionalismo no investimento não traz qualquer segurança ou solidez e sua rentabilidade é lenta e sem muitos avanços.

Desse modo, o número de brasileiros a mudar o rumo em seus investimentos só cresce no país, assim, criamos esse artigo para te ajudar e ensinar a investir em renda fixa.

Anúncios


Vamos lá!

Sobre a renda fixa

É uma modalidade de investimento onde a rentabilidade é sólida e previsível, dessa forma, é a melhor opção para os investidores iniciantes por apresentar um risco menor que os investimentos feitos na Bolsa de Valores.

Dessa maneira, no mercado financeiro brasileiro as opções de investimento em renda fixa são classificadas por objetivos, risco, emissor, rentabilidade etc.

A seguir os tipos de renda fixa:

Anúncios
  • Poupança (um dos piores investimentos da renda fixa)
  • CDB
  • Tesouro Direto
  • LCI e LCA
  • Letra de Câmbio
  • CRI/CRA

Essa modalidade de investimento pode ser emitida pelas as instituições financeiras privadas e públicas, empresas ou pelo governo.

Quais as vantagens de investir?

Anúncios


Como citado acima, a renda fixa é uma modalidade de investimento no qual sua rentabilidade é previsível. Dessa forma, o investidor saberá exatamente o quanto seu investimento renderá ao final da aplicação.

Imagine o seguinte: Você aplicará um valor de R$2.000,00 mil em dessas opções; a cada data aniversário – como acontece na poupança, o rendimento será aplicado, contudo apenas na data prevista, um ano depois, por exemplo, você conseguirá enxergar o seu dinheiro render.

Anúncios

Algumas opções de renda fixa com 100% do CDI são ofertadas por instituições financeiras digitais – fintechs, como acontece na Nuconta do Nubank ou, ainda, Mercado pago do Mercado Livre. Além da comodidade de investir por meio de plataformas digitais, usando apenas seu celular, o consumidor ainda é isento de taxas e tarifas.

Por fim, a segurança é um ponto forte da renda fixa, isso ocorre porque parte desse investimento é garantido pelo FGC – Fundo Garantidor de Crédito, para os investimentos no valor máximo de até R$ 250 mil. Assim, na falência do emissor o investidor tem o valor garantido pelo fundo.

Como funciona a renda fixa?

Quando uma instituição financeira necessita de capital ela utiliza os investimentos efetuados por seus consumidores e dessa forma continuam a emitir crédito para outros clientes e investindo no mercado financeiro em financiamento de projetos, pagamento de dívidas ou desenvolvimento de áreas específicas, agronegócio e o setor imobiliário, entre outros.

Anúncios

Para ilustrar e tornar claro a funcionamento da renda fixa projete da seguinte forma: um empréstimo do seu dinheiro para o emissor, em troca, como forma de parcelas, você recebe uma taxa de rentabilidade, que é definida no momento da compra.

Qual o rendimento esperado?

Apesar da nomenclatura o rendimento dessa modalidade varia de acordo com o tipo de investimento do cliente. Como citado acima, a referência de investimentos é o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) que se aproxima da taxa básica de juros. Desse modo, o rendimento mínimo de um investidor na renda fixa é de 100% do CDI. Havendo a isenção de impostos, um ativo de poderá render menos que 100% de CDI.

Um investimento de renda fixa aplicado no Tesouro Selic possui um rendimento seguro de quase 100% do CDI e sua vantagem é o resgate sem data certa, a qualquer momento. Contudo, outros investimentos podem render muito mais que o CDI, mesmo que na modalidade renda fixa, porém, é necessário abrir mão da segurança, prazo e/ou liquidez.

Anúncios

Para esses investimentos com um pouco mais de risco está o Tesouro IPCA+, ele pode superar os rendimentos de investimentos feito no Tesouro Selic, entretanto, na venda antecipada, poderá ter uma performance negativa isso se o mercado apresentar uma baixa tendência.

Como investir em renda fixa?

Como dito acima, o cliente tem várias possibilidades de fazê-lo, inclusive online – fintechs ou por intermédio de uma corretora de negócios.

Ao procurar uma instituição financeira tradicional e física – os Bancos, você deverá ter ideia onde e como quer investir, assim, busque um investimento de acordo com seu perfil investidor, sem atropelos.

Anúncios

Já por meio dos Bancos digitais, as Fintechs, avalie os valores aplicados e os serviços, as vantagens dessas empresas são a isenção de taxa e tarifas por uso dos serviços bancários.

Por fim, as corretoras são empresas especializadas na comercialização desses tipos de títulos financeiros, avaliação é o risco. Com mais liberdade, contudo, maior risco nos investimentos.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Por fim, busque seguir as informações acima para conquistar a melhor opção de rendimento para você.

Anúncios

Artigos Relacionados

Em Alta