Nubank lança fundo para incentivar o empreendedorismo negro

Semente Preta irá destinar R$ 1 milhão para empreendimentos pertencentes a pessoas negras.

O Nubank acabar de lançar um novo fundo de investimentos chamado Semente Preta. Ele foi criado para financiar fintechs e startups nacionais. Mas, tem um detalhe: elas precisam ser fundadas por empreendedores negros. Uma iniciativa inovadora, que já está dando o que falar!

A proposta do Semente Preta é destinar cerca R$ 1 milhão para as organizações selecionadas. Dessa forma, o Nubank espera promover a pluralidade no ambiente financeiro e tecnológico do País. As inscrições vão até setembro pelo site oficial do banco.

Quer saber tudo sobre o novo fundo de investimentos do “roxinho”? Então, confira o nosso artigo até o final. Boa leitura!

Para quem é o Semente Preta?

O Semente Preta tem com foco startups que possuam um produto mínimo viável validado. A busca é por novas empresas que estejam impactando o mercado a partir da tecnologia.

Podem participar organizações dos seguintes setores:

Serviços Financeiros

  • Pagamentos e/ou carteiras digitais;
  • Empréstimos;
  • Seguros;
  • Investimentos;
  • Educação financeira;
  • Intermediação;
  • Demais áreas do setor financeiro.

Dados

  • Inteligência artificial;
  • Soluções de dados;
  • Autenticação;
  • Segurança;
  • Fraude.

Pessoas

  • Contratações;
  • Desenvolvimento pessoal e profissional;
  • Gamificações;
  • Educação e treinamentos;
  • Bem estar (físico e mental).

Outros

  • Marketing digital;
  • Jogos;
  • Softwares;
  • Aplicativos;
  • Programação.

Como será o processo de seleção?

Uma vez inscritas, as empresas passarão por uma análise criteriosa. Primeiro, será verificado se o grau na aplicação da tecnologia é satisfatório. Depois, o quão inovadores são os seus produtos.

Outros aspectos como estratégia, criatividade, inteligência em dados, negócios e desempenho financeiro também serão levados em consideração.

E não termina por aí. Fatores como o posicionamento da empresa e histórico do fundador farão a diferença na aprovação.

O CEO do Nubank, David Vélez, afirmou que a instituição deseja contribuir com a pluralidade dentro do ambiente financeiro e tecnológico.

“Os empreendedores negros enfrentam mais dificuldades para conseguir recursos que incentivem seus negócios”, disse Vélez.

Quais os benefícios do Semente Preta?

Além de oferecer aporte financeiro, o Semente Preta vai promover encontros entre as startups selecionadas.

Antes de mais nada, esses eventos têm como principal objetivo a partilha de experiências. É o famoso networking. Ele permite aos participantes formar relacionamentos comerciais.

Também estão previstas mentorias com equipes do Nubank (Pessoas & Cultura, Engenharia, Finanças, entre outras).

Portanto, ganhos valiosos para as empresas beneficiadas.

Por que surgiu o Semente Preta?

Apenas 30% das empresas fundadas por negros e negras recebem incentivos financeiros. Para pessoas não negras, o número chega a 41%. Um diferença, portanto, de 11%.

O dado vem de uma pesquisa recente da BlackRocks. A empresa promove o acesso da população negra a ambientes tecnológicos.  

Segundo Monique Evelle, consultora de Inovação do Nubank, questionar esses padrões é o primeiro passo para criar um ambiente mais diverso. Por isso, a instituição logo se movimentou para incentivar o empreendedorismo negro.

Ao idealizar o Semente Preta,o banco digital caminha para que esse ambiente exista de fato!

Mais ações pela diversidade

O Semente Preta é, sem dúvidas, um passo em direção ao futuro diverso da tecnologia. Com ele, o Nubank reforça o compromisso de promover a diversidade racial em todos os espaços.

Além disso, a fintech também vai incluir o desenvolvimento de talentos negros em suas atividades. Uma de suas metas é contratar cerca de 2 mil pessoas negras nos próximos 4 anos.

Assim, até 2025, 30% dos funcionários da empresa serão negros. Destes, 22% ocuparão cargos de gestão.

E o banco já começou a agir para isso. Ele já oferece, por exemplo, cursos de capacitação gratuitos para a população negra. Além disso, incluiu pré-requisitos relacionados à diversidade na hora de selecionar os seus fornecedores.

Pra completar, a equipe interna dedicada à inclusão e diversidade também aumentou. Dessa forma, o Nubank mostra que seus valores vão além das palavras. Eles viram, realmente, ações.

Semente Preta = exemplo para o mundo

É fundamental – e urgente – combater o racismo em todos os espaços. E no mercado financeiro e tecnológico não poderia ser diferente.

Não é a toa que o maior banco digital do mundo está dando o exemplo. As empresas têm muito a ganhar ao gerar oportunidades iguais para todas as pessoas. Seja onde for. Simples assim.

Dessa forma, o Nubank espera influenciar o mercado financeiro a tomar atitudes semelhantes.

Em outras palavras, o Semente Preta tem tudo para ser um referencial de fomento ao empreendedorismo negro.

Uma novidade tão bacana deve chegar ao maior número de pessoas possível. Entao, não fique aí parado: espalhe a boa nova nas suas redes sociais. Aproveite para conferir outros artigos valiosos sobre Investimetos aqui em nosso blog.

Em Alta

Aguarde…

0