Como se planejar para um empréstimo?

Conheça os seus motivos, saiba bem o seu orçamento e pesquise a maior quantidade de instituições financeiras que puder. Confira mais neste artigo!

Já passamos da metade de fevereiro de 2021 e em meio às promessas que foram feitas no final do último ano, mais de 60% dos brasileiros se afoga em dívidas e os boletos não param de chegar. 

Pra piorar tudo, a pandemia acusada pelo Corona Vírus já se arrasta por um ano inteiro, e continuamos vivendo uma das piores crises financeira já presenciadas pela humanidade. 

IPVA, IPTU, parcela do carro, parcela da casa, faturas de cartões, mensalidades e materiais escolares: Todas esses gastos pesam nos bolsos dos brasileiros que, debilitados pela crise, se veem inadimplentes e sentem-se mais vulneráveis do que nunca em relação a dinheiro.

Dessa força, só existem duas saídas: montar um plano financeiro que te proporcione contenção de gastos ou pedir um empréstimo no banco. 

Anúncios


Como a segunda opção é certamente a mais tentadora, é sobre ela que iremos falar hoje. Mas não se engane, pois ao optar pelo empréstimo, a primeira opção estará automaticamente aliada a ele caso você queira que tudo dê certo e as dívidas fiquem longe por um bom tempo ou para sempre.

Planejamento financeiro é o que trará a estabilidade financeira até a sua realidade! Por isso, confira neste artigo 4 conselhos do especialista em educação financeira Otávio Machado para quem está pensando em pedir um empréstimo ao banco. 

Qual a necessidade por trás do empréstimo. 

Planejar o empréstimo fica bem mais simples quando a gente sabe o porquê de estar solicitando. Saber qual o motivo por trás do pedido também irá te ajudar a decidir se valerá a pena ou não, além de trazer clareza para o seu planejamento.

Afinal, quem não sabe exatamente o que irá fazer com o dinheiro poderá gastar com o que não deve e se afundar em mais dívidas. Não é esse o objetivo, concorda? 

Anúncios

Fora que existem diversas modalidades de empréstimo e você precisa decidir quais delas dialogam melhor com o seu objetivo e principalmente com o seu bolso. Modalidades diferentes significam prazos diferentes, quantias diferentes, juros diferentes.

Quitar as suas dividas, viajar, comprar um bem de valor, quitar faturas atrasadas que estão gerando juros altíssimos, pagar a sua festa de pagamento, reformar a sua casa, abrir um negócio: saiba exatamente a sua motivação e para onde aquele dinheiro está indo. 

Quanto você tem no banco?

Anúncios


É necessário uma boa análise da própria situação financeira para que o indivíduo consiga ser mais cauteloso na hora de escolher um empréstimo que compactue e dialogue com sua realidade. 

Contratando uma linha de crédito que não te da carência pode te prejudicar, por exemplo. De acordo com Machado, escolher um período longo para pagar as parcelas é a melhor opção, para que o indivíduo não se sinta sufocado. Para que isso aconteça, é necessário um bom planejamento financeiro para que você descubra se conseguirá ou não arcar com o acordo firmado entre as partes. Prestações de empréstimos não devem nunca apertar demais o seu orçamento! 

Anúncios

Para quem está buscando juros baixos e prazos longos, o empréstimo com garantia é a melhor opção. 

Pesquise as instituições e escolha uma de confiança

Você pode conseguir empréstimo com dezenas de instituições financeiras na internet. Nos bancos tradicionais, o que também não falta são opções. É por causa dessa concorrência acirrada que o indivíduo deve realizar pesquisas até descobrir qual opção oferece mais vantagens. 

Além disso, a reputação da instituição financeira escolhida deve ser averiguada, para que você não seja vítima de nenhum golpe ou taxas abusivas de juros. 

Anúncios

O especialista aconselha que o indivíduo esteja de olho na imagem da instituição, colhendo avaliações  de clientes em suas redes sociais e também observando comentários em sites de defesa do consumidor, como o Reclame aqui. 

Observe as taxas! 

Para saber exatamente se você dará conta das parcelas do empréstimo que você deseja solicitar, é necessário realizar a simulação para saber o quanto será pago de juros em cima de cada parcela. Essa é uma conta que você só conseguirá fazer simulando. Na sua pesquisa, opte pelas opções com juros mais baixos. 

Escolha o empréstimo com as menores taxas de juros para que você possa contratar uma quantia maior de dinheiro e alongar os prazos para pagamento. 

Como já mencionamos, empréstimos com garantia tem taxas de juros mais baixos e prazos mais longos, justamente porque há um bem de valor como garantia de que o acordo será cumprido. 

Anúncios

Para quem for aposentado ou pensionista do INSS, ou funcionário público estadual, municipal ou federal, existe ainda a modalidade de empréstimo consignado, onde o valor da parcela é descontado diretamente da folha de pagamento! Por ser uma modalidade que oferece praticamente nenhum risco para a instituição financeira, esta é baixíssima em juros e pode ter prazos maiores do que os demais. 

Algumas empresas particulares também fazem acordos com os seus bancos para que seus funcionários possam optar por esta modalidade de empréstimo. Por isso, se você for funcionário de alguma empresa, procure saber com o financeiro se essa é uma opção para você. 

Gostou desses conselhos? Lembra que para que eles surtam impacto é necessário colocar em prática! Fala pra gente nos comentários o que você achou desse artigo! 

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta