Como cancelar empréstimo consignado – Passo a passo

Contratou um empréstimo consignado e se arrependeu depois? Veja como cancelar

Os empréstimos consignados estão entre os melhores do mercado. Isso porque as taxas de juros são menores e os prazos mais longos. No entanto, qualquer um pode se arrepender de tomar um empréstimo – até mesmo um com que ofereça boas condições. Por isso, vamos te ensinar agora como cancelar um empréstimo consignado.

Mas, será mesmo que dá para cancelar um empréstimo? A resposta é sim! No caso dos empréstimos consignados, é possível mudar de ideia a respeito do crédito e voltar atrás. Por lei, você tem até 7 dias corridos para fazer o cancelamento da linha de crédito consignado.

Portanto, se você deseja saber como cancelar um empréstimo consignado, a hora é agora! Continue com a gente até o final deste artigo para ficar por dentro do assunto!

Empréstimo consignado – O que é?

O empréstimo consignado é um tipo de crédito com garantia. Quem contrata, paga as parcelas com o seu salário – antes mesmo de recebê-lo. O valor da parcela sai direto da folha de pagamento do contratante, o que garante o retorno do valor ao banco.

O que atrai tantos aposentados, pensionistas do INSS, funcionários públicos e privados para o empréstimo consignado são as taxas de juros. Nessa modalidade de crédito, estão as menores do mercado.

O limite máximo de uma parcela, no empréstimo consignado, não pode ultrapassar 35% do valor total do salário ou benefício. Na verdade, funciona assim: 30% desse valor pode ser utilizado para o empréstimo, e 5%, para o cartão de crédito, também consignado.

Essa porcentagem é conhecida por margem consignável. Ela é estabelecida para que o contratante não comprometa toda a sua renda com parcelas de empréstimos.

Como cancelar o empréstimo consignado?

Contratou um empréstimo consignado e mudou e se arrependeu? Você pode desistir do empréstimo, cancelando-o diretamente com a instituição financeira onde contratou.

Você tem 7 dias corridos para fazer a solicitação. Por lei, nenhum banco ou instituição pode se negar a cancelar o contrato do empréstimo. Caso o cancelamento não aconteça, a empresa pode sofrer graves penalidades.

Depois que o empréstimo consignado é cancelado, é preciso realizar a desaverbação do contrato. Em seguida, a margem de crédito consignável que estava sendo utilizada é, então, liberada.

Não importa se você contratou o empréstimo pela internet, telefone ou de maneira presencial. O direito de cancelar é o mesmo, independentemente disso ou da instituição.

Mas, atenção: apenas o titular do crédito poderá cancelar, ok? O prazo de 7 dias começa a contar a partir do momento em que o dinheiro cai na sua conta. Quando o cancelamento do contrato for confirmado, o valor total deverá ser devolvido ao banco.

Cancelando o empréstimo consignado – Passo a passo

  1. Solicite o cancelamento diretamente no banco ou instituição onde o crédito foi contratado, dentro do prazo máximo de 7 dias corridos.
  2. O banco, então, te entregará um formulário. Nele, estarão os seus dados e uma guia para a devolução do dinheiro.
  3. Devolva o valor no prazo de um dia útil, após o recebimento do formulário.
  4. Aguarde a desaverbação do contrato – de 3 a 6 dias úteis.
  5. Em seguida, aguarde a retirada do contrato do seu extrato de empréstimos e a liberação da sua margem consignada.

Os contratos consignados são averbados. Mas, o que é isso? Bem, eles precisam ter o desconto em folha aprovado pelo órgão que faz o pagamento – seja ele o INSS ou a empresa privada.

O Órgão averba a margem consignável disponível – ou seja, faz o registro do valor disponível para o empréstimo. Se o seu crédito consignado for cancelado, é necessário liberar a margem, através da desaverbação.

Caso a desaverbação não aconteça, você deverá entrar em contato com o banco ou financeira que forneceu o empréstimo. Ela é responsável pelo cancelamento junto aos órgãos que pagam o seu benefício ou salário.

Antes de contratar um empréstimo, faça a simulação!

Um erro muito comum de várias pessoas que contratam um empréstimo é não fazer a simulação antes de assinar o contrato. Essas pessoas se surpreendem com o valor final da parcela, pois não sabiam de quanto ela seria desde o início.

Fazendo a simulação, você tem acesso a todos os detalhes do empréstimo, inclusive o valor exato de todas as parcelas. Todas essas informações são acessíveis através do CET – Custo Efetivo Total.

Mas, você só descobre qual é o Custo Efetivo Total do seu empréstimo se você SIMULAR! A maioria das plataformas já vem com essa ferramenta totalmente grátis.

Portanto, para não correr o risco de se arrepender de tomar o seu empréstimo, simule e veja quais são as melhores condições para o seu bolso. Combinado?

E aí, este artigo te ajudou? Então, não esquece de compartilhar o conteúdo com os seus amigos e familiares, através das redes sociais.

Em Alta

Aguarde…

0