Falta dinheiro no fim do mês? Confira os hábitos que irão diminuir seus gastos!

Para que o dinheiro sobre no fim do mês, é necessário lançar mão de hábitos inteligentes.

Muitas pessoas passam a vida no vermelho. É o caso de quem realiza muitos gastos desnecessários, não faz planejamentos financeiro, não cultiva hábitos inteligentes relacionados ao seu próprio dinheiro. 

O calendário do Brasileiro também não ajuda, não é mesmo? O ano inteiro é recheado de feriados e datas comemorativas que fazem com que a gente gaste mais do que o necessário. 

Além disso, a chegada da pandemia do novo Corona Vírus (COVID-19) trouxe uma instabilidade financeira nunca antes vivenciada pela grande maioria dos Brasileiros. 

Anúncios


Quem era organizado com dinheiro precisou gastar até o último centavo de suas reservas, e quem não tinha reserva, entrou no vermelho e muito provavelmente, hoje, está devendo ao banco ou a algum familiar. 

Isso trouxe ainda mais pra perto do brasileiro a necessidade da organização financeira, já que tudo em relação a dinheiro virou complexo é um pouco bagunçado durante esta pandemia. 

Pessoas perdendo seus empregos, empresários fechando as suas portas e tantos comércios bem sucedidos fechando. Esse foi o cenário que minou o mercado do país, deixou sequelas profundas em nossa economia e fez com que o final do mês se tornasse ainda mais apertado para uma boa parte do nosso povo! 

Por esse motivo, vamos te apresentar, neste artigo, alguns hábitos que irão fazer toda a diferença na durabilidade do seu dinheiro! Confira! 

Anúncios


Deixar as desculpas de lado! 

Estamos sempre inventando desculpas para gastar dinheiro com coisas que não precisamos. Isso é um fato, não adianta querer se enganar. 

Anúncios


Será que almoçar fora todos os dias realmente é necessário? Muitas vezes o dinheiro não sobrar no fim do mês está muito relacionado a nossa preguiça ou falta de coragem de abandonar hábitos antigos que não fazem bem ao nosso bolso. 

Seja firma! Tome posse da sua rotina e de como você está gastando o seu dinheiro. Observe, no seu extrato, o tanto de coisas que você poderia ter evitado se pensasse duas vezes antes de gastar dinheiro, por exemplo. 

O primeiro hábito de quem quer ver o dinheiro sobrando no fim do mês é parar de inventar desculpas e não gastar com o que não se precisa de verdade! Simplesmente não ceda ao primeiro impulso, ao invés de arrumar alguma desculpa que justifique aquele gasto. 

Anúncios


Lembre-se: é você quem tem o comando de seus gastos! Quando não puxamos a responsabilidade dos nossos erros para nós mesmos, a tendência é que não consigamos manter o controle de nossos gastos! 

Faça o seu orçamento! 

Quem se programa tem menos chance de ser pego de surpresa pelos imprevistos, sabia? Por isso, que tal começar a planejar os seus gastos de acordo com a sua receita e as despesas mensais? 

Planeje tudinho, tudinho, mesmo! De aniversário de amigos até feriados ou saídas normais, para dar uma espairecido (tudo o que envolverá gasto de dinheiro).

Então, priorize o gasto para tudo aquilo com o que você precisar ser verdadeiramente compromissado, como por exemplo, seu aluguel, sua conta de luz, seu transporte, sua alimentação, plano de saude… enfim, todos os seus compromissos financeiros mensais fixos!

Faça a soma de todos esses gastos e veja o quanto irá sobrar! O dinheiro que sobra é perfeito para ser armazenado ou investido – na bolsa, em ações ou em você mesmo! 🙂 

Anúncios


Imprevistos financeiros existem e podem aparecer a qualquer momento. O principal motivo pelo qual todos nós deveríamos planejar os nossos gastos muito detalhadamente, são eles! E olha que, mesmo com muito planejamento, sempre acabamos sendo pegos de surpresa financeiramente. Todo ser humano está passivo quanto a isso. 

O planejamento é perfeito, por exemplo, para analisar aonde estamos errando e começar a acertar! A percepção dos meses passados nos revela os gastos em excesso que nos cometemos, e com quais futilidades estamos gastando o nosso dinheiro. 

Considere, neste planejamento, até os dias em que você pode querer gastar com uma saída a mais, um show, festa ou a pizza do domingo à noite! Ao se organizar, considere todos estes gastos.

Quanto não nos rastreamos parar descobrir onde estamos errado e corrigir, raramente melhoramos aquela questão em nossa vida. Com dinheiro também é assim! 

Além do mais, está tudo tão mais fácil hoje em dia. Atualmente, milhares de aplicativos já fazem milagre na hora de organizar a vida financeira! Guia Bolso, Money Care e Minhas economias são alguns deles. Tenta estes e depois fala pra gente, tá? 

Anúncios


Economize mais e parcele menos! 

Alguns hábitos podem nos ajudar a economizar! Um deles é vender algumas coisas que você não usa mais. 

Outro é optar por fazer a grande maioria das suas refeições em casa, reduzir gastos com TV a cabo, internet, etc. 

A impulsividade também é um fator que nos faz gastar mais do que devemos! Por isso, tente identificar quando você está agindo com impulsividade em relação ao seu dinheiro e não volte mais a fazer as mesmas coisas. 

Dê preferência as contas digitais e cartões de crédito que não cobram taxas como manutenção, adesão ou anuidade, por exemplo! Hoje em dia, existem muitos, principalmente os digitais. Esse não é mais um dinheiro que você precisa gastar mensalmente. Procure comércios e cartões de crédito que te ofereçam cashback pela sua compra.

Em casa, lembre-se de apagar as luzes, desligar o seu computador, diminuir os banhos quentes e o tempo do ar condicionado.

Estes são pequenos hábitos que poderão trazer grandes mudanças para a sua vida financeira. 

Coloque-os em prática e veja a “magia” acontecer! 

Anúncios


Depois volta aqui e conta tudo pra gente nos comentários! 

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0