Saiba o que acontece se não declarar o Imposto de Renda 2022

Não entregar a declaração no prazo pode trazer várias dores de cabeça. Veja quais são e evite cair na malha fina

Existem muitos motivos pelos quais a gente acaba esquecendo de declarar o nosso imposto de renda. Às vezes a memória falha mesmo; outras vezes, ficamos desorganizados em relação ao cumprimento do prazo. Independente do motivo, um fato é certo: as consequências do lapso virão. Mas, afinal, o que acontece quando deixamos de declarar o Imposto de Renda?

Não tem como fugir do Leão. Todos os cidadãos que se encaixam nos critérios exigidos pela Receita Federal devem declarar o Imposto de Renda. Para não esquecer, é importante ficar ligado no calendário e não deixar para declarar em cima da hora.

O prazo, este ano, vai é até as 23h59 do dia 31 de maio. Após esta data, contribuintes precisarão pagar multa e, para piorar, terão o CPF restrito.

Neste artigo, você vai entender bem o que acontece se não declarar o Imposto de Renda. Existem outros impactos que ultrapassam o âmbito financeiro, e nós vamos te explicar quais são eles!

Até quando posso entregar o Imposto de Renda?

A declaração do Imposto de Renda deverá ser entregue à receita federal até o último dia útil do mês de maio, como mencionamos anteriormente. O prazo já foi prorrogado, portanto, a expectativa é que não haja uma nova alteração.

Como sabemos, a declaração deste ano é referente ao calendário 2021. Logo, ela deve conter todos os rendimentos adquiridos de janeiro a dezembro do ano passado.

Tenha em mente que o prazo para prestar contas ao Leão está chegando ao fim. Evite complicações com a Receita Federal e comece a se movimentar em relação à entrega da sua declaração.

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda?

Não é brincadeira, e não importa o motivo. Se você não declarar o seu Imposto de Renda à Receita Federal até a data limite, terá de pagar uma multa que inicia em R$ 165,74 – se você não tiver impostos a pagar.

Mas, caso você esteja devendo impostos ao Fisco, o valor dessa penalidade será de 1% ao mês, podendo alcançar 20% do valor total do Imposto.

Além disso, o seu CPF poderá ficar suspenso. Assim, todas as vezes em que uma consulta ao seu CPF for realizada, você constará como “Pendente de Regularização”. Isso te impedirá de fazer financiamentos, tirar passaporte, viajar para fora, tirar carteira de trabalho, solicitar cartões de crédito e até mesmo realizar matrícula em qualquer instituição de ensino.

Por isso, reiteramos aqui a importância de declarar o seu Imposto de Renda dentro do prazo delimitado. Ou você deseja pagar multas e ser privado do que descrevemos acima? A gente acredita que não.

Consequências ainda mais graves

Não declarar o seu Imposto, como você pode ver, vai te trazer diversas dores de cabeça diferentes! Quase tudo, atualmente, está ligado ao nosso CPF.

Quem não declara o Imposto de Renda cai na famosa malha fina, e vai ter suas movimentações financeiras investigadas pela Receita Federal.

Em um último caso, ainda mais grave, você pode ter o seu CPF cancelado e ser acusado do grave crime de sonegação de impostos, cuja pena chega até 5 anos de prisão.

O que fazer se eu perder o prazo para declarar o Imposto de Renda?

Pois é, acontece! Mesmo com tantos avisos, muitas pessoas deixam de declarar o Imposto de Renda na data delimitada e terminam caindo na malha fina.

Não é o fim do mundo, no entanto. O primeiro passo para quem esqueceu de entregar a sua declaração ao Leão é acessar o programa da Receita Federal e preencher, no formulário, todas as informações e enviar a sua declaração, mesmo atrasada.

Depois que você realizar o envio, o programa emitirá um DARF, que é o Documento de Arrecadação de Receitas Federais. A partir daí, você terá 30 dias para pagar pela multa e ficar em dia com o Fisco.

Em todo caso, não deixe isso acontecer com você! Se existe um prazo para que a declaração seja entregue, o mais sensato é segui-lo. Evite ter de pagar a multa!

Bem, agora você já sabe qual é o prazo para entregar a sua declaração do Imposto de Renda à Receita Federal. Não marque bobeira e envie o quanto antes!

Este artigo foi útil para você? Então, aproveite para compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais e deixe esse alerta para todos os seus amigos e familiares!

Em Alta

Aguarde…

0