Assessor de investimentos: O que faz, quanto ganha e como ser um

Fique por dentro de uma das profissões que mais crescem no mercado

Você sabe o que é um assessor de investimentos? Se não, vai ficar sabendo agora! No artigo de hoje, queremos que você se familiarize com uma das profissões mais promissoras do momento. Até o final desta leitura, você pode descobrir que precisa mesmo contratar um assessor de investimentos urgente. Ou, quem saber, até se tornar um!

A economia sofreu diversas modificações nos últimos tempos, assim como o mercado de trabalho, com novas profissões surgindo a cada dia. Toda a necessidade do mercado traz consigo um profissional apto para resolvê-la.

Atualmente, muitas pessoas estão insatisfeitas com seus investimentos – e é aí onde o assessor entra. Esse profissional, com todo o seu conhecimento acerca do universo financeiro e de investimentos, ajuda os seus clientes a obterem mais lucro dos seus ativos.

Anúncios


Ficou interessado em saber tudo a respeito de um assessor de investimentos? Então, confira os próximos tópicos com muita atenção. Vamos te explicar, em detalhes, como esse profissional trabalha, quanto ganha e o que é preciso para atuar na área!

Qual a função de um assessor de investimentos?

Podemos dizer que a principal função de um assessor de investimentos é orientar os seus clientes acerca dos investimentos que formarão a sua carteira. Em outras palavras, o papel do assessor é ajudar o investidor a escolher onde investir o seu dinheiro.

Você sabe quais são as melhores aplicações financeiras do mercado, de acordo com o seu perfil de investidor? Se não sabe, você provavelmente precisa de ajuda de um desses profissionais.

Antes, investir era para poucos. Com o avanço da tecnologia dentro do universo financeiro, qualquer pessoa pode investir através de um aplicativo, pelo celular, por exemplo.

Anúncios


É por isso que o mercado precisa dos assessores de investimentos: para que cada vez mais pessoas possam não só investir, mas investir certo.

E o que ele faz, afinal?

assessor de investimentos o que faz
Anúncios


Na prática, o assessor de investimentos irá intermediar a sua relação com a corretora de valores através da qual você investe. Eles exercem a função devidamente autorizados pela CVM, a Comissão de Valores Mobiliários.

Dentro de uma corretora, por exemplo, eles são os responsáveis pela prospecção de novos clientes. Também são eles que fornecem informações, conteúdo e orientações sobre o mercado financeiro para os investidores.

Em outras palavras: o assessor de investimentos é quem vai te ajudar a investir melhor e, com isso, obter mais lucro – mais rentabilidade.

Se você deseja saber mais sobre fundos de investimentos, é esse profissional que vai te passar todas as informações, além de apontar os melhores fundos para você investir!

Anúncios


Quanto ganha um assessor de investimentos?

De acordo com o site www.vagas.com.br, a média salarial para assessores de investimentos está um pouco acima dos R$ 4 mil. Acontece que, se o profissional em questão for autônomo, não existe teto salarial.

O que isso significa? Que não existem limites em relação a quanto ele pode ganhar. Ou seja, vai depender do seu esforço e da sua capacidade de prospectar novos clientes.

É que no caso do profissional autônomo, a renda vai variar de acordo com a quantidade de vendas que o mesmo realizar. Quanto mais pessoas investindo, mais clientes e, assim, mais comissões.

Essa é a parte boa de ser autônomo: não existem limites para o seu salário. Portanto, o assessor de investimentos contratado ganha, sim, uma boa remuneração. Mas, quando autônomo, tem possibilidades de dobrar ou até triplicar a sua renda.

Anúncios


Qual a demanda do mercado por esse profissional?

Os assessores de investimento têm ganhado cada vez mais espaço e importância dentro do mercado financeiro. Como mencionamos, muitas pessoas estão começando a investir agora.

Isso faz com que a demanda por esse tipo de profissional aumente cada vez mais. Autônomos ou não, eles são extremamente úteis para as corretoras e para os investidores. Sabe por que?

Eles ajudam as corretoras a ganhar mais clientes, e os investidores a fazerem escolhas mais assertivas. Nada melhor do que saber que estamos fazendo a coisa certa com o nosso dinheiro, não é?

Como me tornar um assessor de investimentos?

Existem alguns pré-requisitos para todos aqueles que desejam se tornar um assessor de investimentos. Primeiramente, é preciso que o indivíduo tenha concluído o Ensino Médio.

Antecedentes criminais, nem pensar. Quem não tem a ficha limpa com a Justiça não pode se tornar um assessor de investimentos. Simples assim.

Anúncios


Ah, você também precisar estar em pleno exercício dos seus direitos civis, morar no Brasil e pagar a taxa de R$ 460 referente ao exame da Associação Nacional de Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias.

Depois disso, basta obter a aprovação no Exame. Ele visa avalizar o conhecimento técnico de quem deseja se tornar um assessor de investimentos, e conta com 80 questões – todas de múltipla escolha. Se você acertar pelo menos 70% da prova, poderá se tornar um assessor de investimentos.

E então, você está no grupo de pessoas que querem se tonar um assessor de investimentos ou no grupo que está precisando desesperadamente de um? Não esquece de compartilhar este conteúdo de valor com os seus amigos e familiares, nas suas redes sociais!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0