Aprenda como fazer o cálculo do salário líquido rapidamente

Quem trabalha no regime CLT sabe que o salário que cai na conta não é igual ao que está na carteira de trabalho. É que antes de chegar às mãos do funcionário, a remuneração passa por alguns descontos. Esse valor final é chamado salário líquido. Mas, você sabe exatamente como fazer o cálculo do salário líquido? Entender essa conta é importante e a gente vai te ensinar como ela funciona.

O salário sem os descontos é chamado de salário bruto ou nominal. Ao iniciar em um novo emprego, é fundamental saber, de fato, quanto dinheiro teremos para livre usufruto a cada mês. Sem esse calculo, a gente acaba achando que vai receber mais dinheiro do que realmente chegará até nós.

No artigo de hoje, vamos te mostrar as diferenças entre o salário líquido e o salário bruto, e também como fazer o cálculo do seu salário líquido – o que você de fato recebe quando chega o fim do mês.

Anúncios


Entender as diferenças entre eles e aprender a calcular vai te ajudar na sua organização financeira. Preparado? Então, continue conosco na leitura deste artigo!

O que é, exatamente, o salário bruto?

O salário bruto, também chamado de salário nominal ou salário base, é o valor total de uma remuneração mensal, sem os descontos oficiais obrigatórios, como o Imposto de Renda ou INSS – Instituto Nacional do Seguro Social.

Quando você é contratado para trabalhar em alguma empresa ou negócio, o contratante te informa o valor bruto. Isso significa que a quantia é apresentada sem os descontos que serão aplicados mensalmente, antes que o dinheiro caia na sua conta.

No salário base, podem estar incluídas a remuneração acordada em contrato, comissões, horas extras, gratificações e auxílio alimentação.

Anúncios


E o salário líquido?

O salário líquido, como você já deve ter percebido, é o valor da remuneração após os descontos obrigatórios. Todos os descontos contam no holerite (contracheque).

No final das contas, se trata do valor exato que você verá na sua conta bancária todos os meses ao receber seu pagamento.

Anúncios


Essa quantia, sim, é toda sua para decidir como utilizar!

Quais são os descontos do salário bruto?

calculando o salário líquido

O desconto que vai estar, com certeza, atrelado a qualquer salário bruto é o do INSS, também conhecido como Contribuição da Previdência Social. É o valor que o Governo recolhe todos os meses para você utilizar, no futuro, como aposentadoria.

Mas, não é só isso. O recolhimento do INSS também garante o salário maternidade, auxílio doença, pensão para dependentes e outros benefícios. Portanto, é um desconto importante para todo trabalhador.

Anúncios


Todos os anos, esses valores podem sofrer reajustes. E o valor do desconto sempre vai ser proporcional ao seu salário.

Outro desconto muito comum é o Imposto de Renda Retido na Fonte, conhecido pela sigla de IRRF. Todos os trabalhadores que possuem renda a ser declarada pagam por esse imposto no contracheque.

Além desses, podem haver outros descontos. São eles: vale transporte, previdência empresarial, alimentação, previdência privada e contribuição sindical.

 Como calcular o valor do salário líquido?

Bem, agora você já conhece as diferenças entre o salário bruto e o líquido. E também ficou por dentro dos descontos que podem vir a ser feitos no seu holerite.

Anúncios


Então, chegou a hora de aprender a fazer o cálculo. Vamos lá?

Para calcular o valor do seu salário líquido, primeiro você precisa saber qual é o valor do seu salário bruto. Depois, também precisa saber de quanto é a sua contribuição para o INSS. Veja abaixo:

  • Salários de até R$ 1.100 – 7,5% retidos no INSS
  • De R$ 1.100,01 a R$ 2.203,48 – 9% retidos no INSS
  • Salários de R$ 2.203,49 até R$ 3.305,22 – 12% retidos no INSS
  • De R$ 3.305,23 até R$ 6.433,57 – 14% retidos no INSS
  • Salários acima de R$ 6.433,57 – fixo de R$ 751,99 retidos no INSS.

Você também vai precisar saber de quanto exatamente é o seu tributo de IRFF:

Anúncios


  • Salário até R$ 1.903,98 – 0% de contribuição
  • De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 – 7,5% de contribuição.
  • Salário de R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 – 15% de contribuição.
  • De R$ 3.751,05 até R$ 4.664,68 – 22,5% de contribuição
  • Salários acima de R$ 4.664,69 – 27,5% de contribuição.

Depois, você precisa saber quais são os demais descontos acertados com a empresa em que trabalha. E também os benefícios e vantagens, como comissões e bonificações, por exemplo.

Fazendo o cálculo do salário líquido

A regra é a seguinte: salário bruto – INSS – IRFF – Demais descontos + Vantagens.

Então, digamos que o seu salário bruto seja R$ 1.100. Você irá pagar 7,5% de INSS, o que é igual a R$ 82,50. Dessa forma, teremos R$ 1.017,50. Como você recebe menos do que R$ 1.900, não haverá desconto referente ao IRRF.

Anúncios


Só que você tem um vale transporte da empresa, que desconta mais R$ 80. Logo, restam R$ 937,50. 

E nesse mês, você vendeu bastante! E conseguiu R$ 500 de comissão. Logo, o valor passa a ser 1.437,50! E assim chegamos ao resultado final, que é o seu salário líquido!

Atualmente, existem diversas calculadoras automáticas disponíveis de graça na internet. Você pode utilizá-las! Para encontrar, basta pesquisar no Google por calculadora de salário líquido. Simples assim!

Gostou de aprender sobre o cálculo do salário líquido? Então, aproveite para compartilhar nas redes sociais e continue acompanhando o nosso blog para mais conteúdo sobre finanças!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0