Cheque administrativo: Tudo o que você precisa saber sobre ele

Saiba tudo sobre o recurso de pagamento que oferece vantagens para quem compra e para quem recebe

Cheque em pleno ano de 2022? Sim, cheque! Mas, a gente não está falando de um cheque comum. No artigo de hoje, queremos te apresentar o cheque administrativo, um recurso para pagamentos altos que não oferece riscos para quem recebe.

O mundo financeiro com o qual crescemos acostumados, de alguns anos para cá, se transformou completamente. A tecnologia avançou bastante e, hoje, a maioria dos pagamentos acontecem no ambiente digital. Nesse cenário, os cheques estão ficando cada vez mais esquecidos.

Não é para menos, uma vez que muita gente tinha a má prática de passar cheques sem fundo. Estes episódios, obviamente, fizeram com que boa parte do comércio passasse a recusá-los.

Mas o cheque administrativo, por oferecer garantias, não é tão temido quanto o cheque tradicional. Além disso, ele favorece o consumidor que precisa comprar algo.

Quer descobrir o que de fato é cheque administrativo e se ele é vantajoso para você? É só continuar a leitura deste artigo com a gente. Vamos lá?

Afinal, o que é o cheque administrativo?

O cheque administrativo é um recurso emitido pela própria instituição financeira. Isso, na prática, significa que quem passa o cheque é o banco. Assim, o seu pagamento está garantido pelos fundos da própria instituição.

Uma vez que o cliente solicita a emissão de um cheque administrativo, o banco verifica se o mesmo tem a verba para fazer o pagamento. Garantindo a quantia, ele emite o recurso sem grandes burocracias.

A pessoa que recebe o cheque administrativo como forma de pagamento, por sua vez, pode ficar tranquila. O banco dá a certeza de que o pagamento será realizado, já que o dinheiro virá dos fundos bancários. 

Entendeu agora a diferença do cheque administrativo para o normal? Nesse caso, não é uma pessoa que preenche o cheque, e sim, o banco! Ele é responsável por pagar quem está recebendo o cheque.

E quando utilizar esse recurso?

Normalmente, um cheque administrativo é utilizado por consumidores que desejam comprar bens de alta quantia. Como é um cheque com garantia bancária, o vendedor o recebe com tranquilidade, pois sabe que o valor descrito ali será pago sem complicações.

A compra de um imóvel à vista, por exemplo, é totalmente viável com ele. Já pensou ter que levar uma alta quantia em dinheiro consigo no momento de fechar o negócio? Isso já não existe mais.

Sim, já existem as transações online, a gente sabe. Elas ajudam muito nesse sentido. No entanto, muitas vezes a autorização do banco é solicitada e, nestes casos, utilizar o cheque administrativo se torna menos burocrático, uma vez que é o seu banco administrará o pagamento de qualquer maneira.

Portanto, é interessante lançar mão do recurso quando você decidir comprar um item de alto valor, como um carro ou imóvel, por exemplo. Ele é um método de pagamento que fornece uma segurança maior para quem recebe e, também, para quem paga.

Vantagens e desvantagens do cheque administrativo

A principal vantagem que um cheque administrativo oferece vai para quem o recebe. Uma vez emitido, ele não pode ser sustado ou devolvido, assim como não existe a menor possibilidade dele não ter fundos.

Além disso, para a assinatura da escritura, não é necessário que se aguarde pela transferência do valor. Como a gente pôde conferir ao longo deste texto, trata-se de um recurso de pagamento muito seguro, principalmente quando envolve quantias mais altas de dinheiro.

Já a desvantagem é que nós, enquanto clientes do banco, não podemos solicitar a emissão pelo celular, por exemplo. Ou seja: é necessário comparecer pessoalmente à agência bancária para fazer o pedido.

Quem recebe o cheque também precisa ir até o banco. Como não se trata de uma transferência direta, o beneficiário do cheque precisa depositá-lo na sua conta.

Como solicitar um cheque administrativo?

É importante mencionar que a emissão do cheque administrativo não é gratuita. Os bancos cobram um valor por ele. Confira, abaixo, quanto custa para solicitar a emissão de um cheque administrativo atualmente:

  • Itaú Unibanco: R$ 24,00
  • Santander: R$ 33,90
  • Caixa Econômica Federal: R$ 27,00
  • Banco Original: R$ 25,00
  • Bradesco: R$ 33,85
  • Banco Inter: R$ 24,00
  • BMG: R$ 10,00
  • BTG Pactual: R$ 40,00
  • Banco Pan R$ 40,00

Você pode solicitar a emissão do cheque administrativo diretamente no caixa do banco ou com o seu gerente. Ele sempre será nominal, direcionado à empresa ou pessoa física que vai receber. Você também deve fornecer à instituição todas as informações bancárias acerca do beneficiário, além do valor da transição.

Quando você solicitar o cheque administrativo ao banco, o valor será debitado da sua conta automaticamente. Simples assim.

Gostou de aprender tudo sobre o assunto? Então, não esquece de compartilhar este artigo com os seus familiares e amigos, através das suas redes sociais! Aproveite também para conferir outros conteúdos valiosos da sessão Finanças aqui do blog!

Em Alta

Aguarde…

0