Educação financeira: O que os nossos avós têm a nos ensinar?

Entenda o que está por trás da educação financeira no tempo dos nossos avós e o que podemos aprender com eles para prosperar

Educação financeira por ser algo pouco conhecida por nós, brasileiros. Apesar disso, ela existe a muito tempo! Já parou para pensar como é que os seus avós driblavam a inflação?

Pois é, está aí outra coisa que existe faz um tempão. Nossos antigos familiares também precisavam lidar com ela! De acordo com levantamentos realizados por economistas, a quantidade de jovens que dão importância a casa própria está caindo cada vez mais.

Além disso, a poupança não rende como antigamente. A tecnologia causou múltiplas mudanças dentro do mercado financeiro, e agora existem muito mais alternativas para o nosso rico dinheirinho.

Dentro de 50 anos, a rotina financeira das pessoas deu uma grande reviravolta e quase mais nada é como antigamente. No entanto, saber como funcionava a educação financeira na época dos nossos avós – que era uma época com muito mais dificuldades para lidar com grana – pode ser inspirador!  Confira neste artigo.

Investir era difícil. Hoje, não é mais

Nos tempos dos nossos avós, investir dava tanto trabalho que praticamente ninguém fazia – só pessoas com muito dinheiro. Foi daí que surgiu aquele mito de que pra investir precisa ter muita grana, lembra?

Graças à tecnologia, investir nos tempos atuais está a alguns cliques de distância. Basta abrir o aplicativo do seu banco e muito provavelmente você já encontrará diversas opções acessíveis a partir de R$ 10.

Quando utilizamos a nossa grana de maneira sábia, proporcionamos mais qualidade de vida para nós mesmos. Por isso, o seu primeiro pensamento antes de investir é: o que a sua renda representa para você?

Atualmente, a gente já consegue investir com pouco e fazer com que esse montante cresça com o passar do tempo. Tendo planejamento financeiro então, melhor ainda! Antes de mais nada, elabore uma boa planilha de gastos e anote tudo o que ganha e gasta em um mês. A partir disso, fica mais fácil planejar os gastos e ter mais responsabilidade com o seu dinheiro.

É claro que novos investidores surgem todos os dias. No entanto, muitos deles usam como inspiração o modo de lidar com dinheiro dos seus antepassados, ou seja, dos seus avós, bisavós, tataravós…

A gente sabe que o cenário econômico mudou bastante! Mesmo assim, é mais fácil prosperar quando a nossa grana está bem organizada.

Nada de fazer dívidas

Se tem algo que os nossos antepassados nos ensinaram foi a não acumular dívidas. Se buscamos uma vida financeira saudável, é preciso aprender isto com eles.

Para quitar as que você já tem, realize um levantamento e monte uma estratégia para pagar por elas o quanto antes. Faça isso sem que a negociação comprometa o seu orçamento. Apele por descontos e parcelamentos – os credores acabam cedendo.

É importante também definir as suas metas. Quais são as de curto prazo? E as de médio ou longo prazo, você já sabe? Planeje os seus gastos da mesma forma como você planeja os seus investimentos.

Evite, a qualquer custo, financiar! Mas se este for o jeito para conquistar um determinado sonho, como a compra de uma casa, por exemplo, não deixe de buscar pelos menores juros. Nossos avós eram mestres em pesquisar as melhores condições para fechar negócios – e isso é algo que você deve continuar fazendo.

Aprenda com quem já passou por isso

A gente sabe que finanças pessoais no tempo dos nossos avós eram bem diferentes. No entanto, podemos tirar importantes lições a respeito de como os nossos avós se comportavam com dinheiro em uma época que era muito mais difícil lidar com ele.

A primeira diz respeito a organização correta da sua grana, para que você possa planejar a sua vida financeira. Muitos, mas muitos brasileiros mesmo só começaram a valorizar a educação e organização financeira após a pandemia. Isso gerou uma crise sem precedentes em nossa economia!

A maioria dos brasileiros não faz ideia de como realizar um projeto financeiro. Por este motivo, te aconselhamos a explorar os artigos do blog Ciclick. Aqui, você encontra muitos conteúdos que poderão te ajudar em relação ao tema.

Mas, você sabe qual a lição mais importante que os nossos avós nos deixaram a respeito de dinheiro? Disciplina. Lidar com finanças e driblar a inflação tem muito mais a ver com isso do que com qualquer outra coisa.

O primeiro passo para obter disciplina nas finanças é saber para onde vai cada centavo seu. Não é incomum lembrar-nos de cenas onde os nossos avós estão anotando, em um pequeno caderno, todos os seus gastos, não é verdade?

Vale a pena lembrar que eles sobreviveram em um tempo muito mais difícil, financeiramente falando, do que o nosso.

Você achou este artigo interessante? Não esquece de compartilhar o conteúdo com os seus amigos e familiares através das suas redes sociais, combinado?

Em Alta

Aguarde…

0