Brasileiros estão cada vez mais interessados em educação financeira!

De acordo com pesquisa, 41% dos brasileiros buscaram por informações a respeito do assunto desde que se iniciou a pandemia.

Desejos, planos, grandes realizações, sonhos. Esses são alguns dos motivos que levam muitas pessoas a buscarem mais conhecimento financeiro, por educação financeira 

Muitos cidadãos também buscam por mais conforto no transporte cotidiano, uma casa própria ou até mesmo, aprimoramento da própria carreira. Mas acontece quase sempre que vislumbramos algo que ainda não possuímos. 

Anúncios


Em meados de março 2020, no início da pandemia ocasionada pelo novo Corona Vírus (COVID-19), as buscas por educação financeira aumentaram por um motivo não tão belo quando a busca por realizações. Como todos sabemos, a pandemia trouxe diversos impactos negativos, e um deles é, sem sombra de dúvidas, a crise econômica. 

Comerciantes fechando as suas portas, pessoas perdendo os seus empregos. Para a grande maioria dos cidadãos, ficou praticamente impossível manter a casa com o mesmo padrão financeiro de sempre. Foi preciso cortar gastos e economizar com urgência para que em pouco tempo não lhes faltasse o básico. 

Anúncios


E assim surge uma necessidade de um melhor gerenciamento deste dinheiro. É como aquela frase que diz que é preciso olhar o lado bom até nos piores momentos, pois bem antes da pandemia já podíamos perceber que o brasileiro era um povo carente de educação financeira. 

Pesquisas

Anúncios


A pesquisa a qual nos referimos, bem no início deste artigo, é uma pesquisa executada Pela Locomotiva Instituto de Pesquisa, demandada pela “Xpeed”, a escola de educação financeira da corretora XP. 

Ela aconteceu no mês de outubro de 2020, contando com a participação de 1500 pessoas.

Anúncios


Foi constatado, nesta pesquisa, que três a cada 10 brasileiros atrasaram o pagamento das contas na pandemia. Todos afirmaram estarem insatisfeitos com suas atuais situações financeiras.

Estamos vivendo algo jamais vivido pela humanidade anteriormente, não na mesma proporção. É nítido que enfrentamos uma das maiores crises econômicas do mundo. 

Outro dado apontado pela pesquisa revela que em 2020, para cada dez pessoas, sete não conseguiram chegar ao fim do mês com todas as contas pagas e que 58% dos entrevistados assumiram que suas vidas financeiras não permitem com que eles alcancem importantes objetivos. 

Anúncios


Também foi comprovado através dos resultados que a pandemia incentivou com que essas pessoas buscassem adquirir mais conhecimento na área financeira, justamente para driblar estes impasses. 

Esses foram os principais motivos que levaram aproximadamente 40% dos participantes da pesquisa a procurar mais informações sobre educação financeira. Surgiram muitas novas pesquisas sobre quais são as melhores corretoras de valores do país, como começar a investir e dicas de como economizar dinheiro, por exemplo. 

Segundo 47% de todos os entrevistados, seus olhos foram abertos para esta necessidade durante a pandemia, onde todos viram seus padrões de vida cair drasticamente devido aos efeitos econômicos da mesma. 

Anúncios


53% dos entrevistados afirmaram que utilizaram essas dificuldades como um combustível para mudar suas vidas. 

É um olhar além das tragédias. Diante de um cenário que deveria apavorar, brasileiros e brasileiras têm buscado ressignificar suas vidas e sua relação com o dinheiro. 

Educação financeira 

Você já ouviu falar em um programa chamado Enef – Semana Nacional de Educação financeira? Ele foi criado pelo Banco Central em parceria com a CVM (Comissão de Valores Mobiliários). 

Anúncios


A Enef tem como uma de suas principais características, a realização de levantamentos de dados que os permite medir o nível da população quando o assunto é educação financeira. 

A pesquisa que utilizamos como base de dados para este artigo apontou que somente 8% da população do país conseguiu acertar todas as perguntas de um questionário a respeito de investimentos. 

E, ainda segundo está mesma pesquisa, só quatro a casa dez cidadãos sabem, por exemplo, o que são juros compostos! 

Anúncios


Um total chocante de 56% de todos os participantes errou a resposta sobre uma pergunta a respeito da inflação e de seus efeitos sobre a economia. Os Brasileiros realmente estão carentes de conhecimento financeiro. 

O Brasileiro quer aprender! 

Um dado em especial, nesta pesquisa, chamou a nossa atenção. Essa dado fala sobre a disposição demonstrada pelos entrevistados quando o assunto é aprender e entender mais sobre o universo financeiro! 

90% dos entrevistados afirmou que gostariam muito de saber investir e aprender a planejar e gerir recursos para seus futuros, bem como a organização plena de todas as suas dinâmicas pessoais! 

Anúncios


É de fato um assunto que tem crescido dentro do entendesse das pessoas, ainda mais no cenário econômico que estamos vivenciando. Mas, de acordo com a CEO da Xpeed, Izabella Mattar, o que impede com que o brasileiro passe a entender mais sobre o assunto são as crenças limitantes acerca do dinheiro. 

“Não tenho dinheiro pra nada”, “não me sobra tempo para estudar”, “não sei fazer planejamentos”. Já se pegou falando alguma dessas frases pra si mesmo? Você tem crenças limitantes acerca do dinheiro. Muito cuidado, pois, muitas vezes, essas crenças te levam a viver em desequilíbrio financeiro por uma vida inteira. 

Compartilhe esse artigo em suas redes sociais para que seus amigos e familiares possam estar ainda mais informados! E não esqueça de deixar o seu comentário pra gente! 

Anúncios


Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0