Financiamento de moto usada: Como funciona? Vale a pena?

Confira as vantagens, os cuidados necessários e como fazer o seu financiamento de moto usada

Ter uma moto é uma verdadeira “mão na roda”. Super ágil, o meio de transporte nos leva bem mais rápido onde queremos chegar. Seja para trabalhar ou para abandonar de vez o transporte público, é possível ter uma moto mesmo que você não tenha o dinheiro para pagar à vista. A solução para isso está no financiamento de moto usada!

A gente até pode passar meses (ou anos) juntando dinheiro para comprar o bem, mas nem sempre esse processo se encaixa na nossa realidade. Muitas vez, a necessidade de ter o veículo é mais urgente! O financiamento de moto usada existe, justamente, para ajudar quem está nessa situação.

Financiamentos são linhas de crédito. Só que, ao invés do dinheiro cair na sua conta para você usar como bem entender, ele entra direto na de quem está vendendo a moto. Em outras palavras, o banco paga o veículo para você e, mensalmente, você devolve parte do valor à instituição financeira, com juros.

Quer saber como financiar uma moto usada? Então, veio ao lugar certo. No artigo de hoje, vamos esclarecer tudo sobre o assunto. Continue com a gente e descubra como conseguir o seu financiamento!

Financiamento de moto usada – O que é?

Como mencionamos anteriormente, o financiamento de moto usada é uma espécie de empréstimo. O banco ou instituição financeira disponibiliza o crédito. Só que, dessa vez, para a aquisição de um item/bem de valor específico.

A pessoa que está financiando o veículo, por sua vez, deve devolver a quantia com juros, por meio de parcelas mensais. O acordo é firmado em contrato. O documento especifica a finalidade do dinheiro que está sendo emprestado, neste caso, a aquisição de uma moto usada.

Poucos sabem, mas o financiamento também é conhecido, dentro do mercado financeiro, como Crédito Direto ao Consumidor (CDC). Atualmente, é uma das principais maneiras pelas quais os brasileiros adquirem as suas motos, sejam elas usadas ou não. 

Financiar uma moto usada é vantajoso?

A primeira vantagem sobre o financiamento de moto usada é utilizar o veículo mesmo sem ter o dinheiro em mãos para pagar por ele à vista. Ou seja, você não precisa passar anos juntando dinheiro para, enfim, sair de moto por aí.

Inclusive, atualmente existem algumas possibilidades de realizar o financiamento até sem nenhum valor de entrada. Neste caso, os juros são mais altos, o que aumenta o valor da parcela. Mas, dependendo da sua necessidade, pagar um pouco a mais para ter o veículo agora pode valer a pena.

É sempre possível encontrar taxas e custos mais baratos, desde que você realize uma boa pesquisa. Os bancos ofertam valores diferentes pelas mesmas operações, o que torna o mercado bem competitivo.

Existem bancos que oferecem até 48 meses (4 anos) para o financiamento da sua moto usada. Portanto, realize uma pesquisa ampla e faça simulações para escolher uma parcela que caiba no seu orçamento.

Confira o nosso artigo com dicas para financiar um veículo particular sem medo!

Como posso financiar uma moto usada?

Primeiro, você precisa ter uma moto usada em mente. Pesquise bastante, por diferentes modelos e preços, até encontrar um veículo disponível que atenda às suas necessidades. Afinal de contsa, você está prestes a tomar uma decisão muito importante.

Em seguida, compare não só as taxas de juros e outros custos, mas também as condições do financiamento: parcelas, prazos e mais. Escolha com cuidado o banco ou instituição financeira.

Já sabe qual banco vai fazer o financiamento da sua moto usada? Hora de dar mais um passo. Reúna toda a documentação solicitada e faça o máximo para negociar o valor das parcelas mensais, taxas de juros e demais tarifas. Se você tiver o valor da entrada, solicite descontos – os bancos costumam ser amigáveis na hora de fechar um negócio.

Depois disso, aguarde pela análise de crédito do banco ou instituição financeira que você escolheu. Um detalhe importante: dificilmente você conseguirá aprovação com o nome sujo. Então, nada de pendências com SPC ou Serasa, ok?

Financiamento for aprovado? Assine o contrato e comemore a aquisição da sua moto! A instituição fará o pagamento ao antigo dono do veículo, que já deverá estar com os documentos de transmissão (compra e venda) do bem separados.

Fique atento aos gastos

Deu tudo certo? Lembre-se que, a partir de agora, você tem um compromisso financeiro mensal, que precisa ser criteriosamente honrado. Sem falar que manter uma moto traz despesas que vão além do pagamento da parcela.

Você terá gastos com combustível, manutenção do veículo, acessórios. Tudo isso conta na hora de planejar o orçamento. Portanto, é importante que todas as despesas envolvidas estejam na sua conta!

E aí, preparado para financiar a sua moto usada? Se este artigo te ajudou, não deixe de compartilhar com seus amigos e familiares, através das suas redes sociais!

Em Alta

Aguarde…

0