Dicas para financiar um veículo particular sem medo

Confira as informações mais importantes para quem deseja financiar um veículo particular sem correr riscos

Financiar um carro não é uma decisão a ser tomada do dia para a noite. Existem muitos pontos importantes a considerar antes de se “bater o martelo”. Por isso, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre como financiar um veículo particular!

Digamos que você está juntando dinheiro para comprar um carro há algum tempo e, finalmente, chegou a hora de dar esse passo tão importante. O financiamento é, sim, uma ótima opção! Mas, ele exige alguns cuidados para não passar de solução à problema. Afinal de contas, o financiamento é uma linha de crédito e, assim como qualquer empréstimo, necessita de atenção.

Preparado para ficar por dentro de tudo a respeito de como financiar o seu veículo particular? Então, a leitura com bastante atenção antes de fechar o financiamento! Vamos lá?

Vale a pena financiar um veículo particular?

Veículos particulares normalmente são adquiridos com o dono. Isso significa que, para comprá-los, não é necessário ir até uma loja. Geralmente, acontece quando um indivíduo compra o carro de um amigo ou parente.

Nesses casos, normalmente, há uma confiança maior entre comprador e o dono do carro. Por isso, a negociação é bem menos burocrática. Também é possível conseguir condições de pagamento mais maleáveis. Mas, vale lembrar que o acordo deve ser bom para ambas as partes.

Comprar um veículo particular diretamente com o dono é, definitivamente, mais simples do que adquirir na concessionária. Claro que comprar na revenda também é uma opção válida. Mas, vale a pena pesquisar sobre a credibilidade da loja antes, certo? Afinal, você está prestes a assumir a dívida de um bem valioso – e a confiança deve existir desde o início.

Para financiar o seu veículo particular tranquilamente, confira a seguir alguns cuidados que devem ser tomados.

Não deixe passar nenhum detalhe

É muito importante que você passe o pente fino e confira todos os detalhes do carro antes de financiar um veículo particular. E tem mais! Todas as lojas são obrigadas a dar 90 dias de garantia para câmbio e motor! Pode anotar.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, a loja também deve fornecer garantia de procedência do veículo. Essas são vantagens que, infelizmente, você não terá caso compre um carro diretamente com o dono.

Nesses casos, o mais comum é que o comprador leve o carro a um mecânico de confiança, junto com o atual proprietário. O mecânico, por sua vez, deve checar tudo! Se existe alguma peça faltando, um defeito aqui ou ali, ou até mesmo se o veículo já esteve envolvido em batidas e acidentes.

Enfim, toda a parte mecânica e elétrica deve ser analisada. Afinal de contas, carros custam muito dinheiro. Portanto, antes de financiar um veículo particular, é imprescindível verificar procedência e qualidade.

Quais são as vantagens de financiar um veículo particular?

A compra financiada traz consigo diversos benefícios. O financiamento nada mais é do que uma linha de crédito oferecida por bancos e financeiras para que consumidores possam comprar um carro!

Uma das principais vantagens é que você não precisa passar anos e anos juntando dinheiro para pagar um carro à vista.  Financiando, paga-se o valor da entrada à vista e o restante a prazo!

A segunda vantagem é que, negociando com o banco ou financeira, é possível chegar em parcelas mensais que cabem no seu orçamento familiar. Também dá para negociar a taxa de juros, por exemplo.

Por último, mas não menos importante: o carro vai estar na sua garagem logo, não é? A gente falou sobre isso mais acima. Assinando o contrato, o carro já é seu, mesmo sem o pagamento completo.

Como financiar um veículo particular na prática?

Escolheu o seu carro e definiu tudo com a loja ou proprietário? Então, chegou a hora de entrar em contato com o seu banco ou financeira.

Primeiro, faça uma simulação para ter acesso ao Custo Efetivo Total (CET) e ficar por dentro do valor total do contrato e de cada parcela acrescida dos juros. Em seguida, separe a documentação para a análise de crédito: documento original com foto, comprovante de residência atualizado (pode ser boleto de consumo) e comprovante de renda.

Uma vez aprovado, o crédito será liberado para a compra do veículo, diretamente para o antigo proprietário. Mas, antes, ele precisa apresentar todos os documentos do carro. O mais importante se chama DUT – Documento Único de Transferência. Ele é uma exigência para a compra de veículos usados e a sua entrega pede firma reconhecida em cartório!

Atenção: cuidados importantes

Pesquise os preços dos carros. Uma breve consulta ao Google pela Tabela Fipe pode te mostrar se o valor cobrado pelo carro que você deseja é justo. Você também pode pesquisar em sites e plataformas de anúncios, por exemplo.

Outro cuidado importante é verificar a situação do veículo no Detran, o Departamento de Trânsito. A partir da placa do carro, no site próprio site do Departamento, é possível checar a existência de multas, restrições ou débitos atrelados ao veículo.

Ah, e não podemos esquecer da vistoria. É de extrema importância que o câmbio, chassi, motor, vidros e etiquetas de identificação sejam verificados!

Este artigo foi útil para você? Então, não deixe de compartilhar com seus amigos e familiares, através das redes sociais! Aproveite para conferir nosso artigo sobre o cartão de crédito Fiat e descubra como pagar menos no seu carro novo!

Em Alta

Aguarde…

0