Descubra quais são os 10 maiores bancos do Brasil em 2021

Saiba quais são os maiores bancos do Brasil e por que eles ocupam o top 10 do ranking nacional de instituições financeiras

Você sabia que alguns dos bancos brasileiros estão entre os 100 maiores do mundo? Definitivamente, o nosso País é berço e morada de gigantes financeiros que movimentam a economia e dominam as transações financeiras. Quer saber quais são os maiores bancos do Brasil e por que eles ocupam essa posição? A gente te conta tudo neste artigo!

Por aqui, os melhores bancos se dividem entre os que têm muitos anos de tradição e os que surgiram recentemente. Alguns nasceram em solo brasileiro, outros foram fundados no exterior, mas já estão consolidados no País.

Anúncios


Todos eles são extremamente importantes e essenciais para as atividades comerciais. Além de oferecer diversos serviços financeiros, esses bancos facilitam pagamentos e transações. Também oferecem serviços como empréstimos e financiamentos, por exemplo, e impulsionam o desenvolvimento da nação.

Confira a seguir quais quais são os maiores bancos do Brasil. A relação foi divulgada pelo Banco Central, nada menos do que a principal autoridade monetária do País. Então, vamos começar?

Banco do Brasil

O Banco do Brasil (BB) é a maior instituição estatal do País. A sua economia é mista, o que significa que metade das suas ações pertencem ao governo brasileiro.

Presente em todos os estados e cidades, o banco conta com 150 mil funcionários e mais de 5 mil agências. No entanto, por conta da pandemia e da tecnologia avançada no mercado financeiro, o banco está fechando algumas agências. Portanto, esse número deve ser atualizado em breve.

Anúncios

O Banco do Brasil é também o mais antigo por aqui, fundado em 1808. Já são mais de 200 anos prestando serviços aos brasileiros. Só em 2020, o faturamento da empresa foi superior a R$10 bilhões. Por isso, o BB já está consolidado como um dos maiores bancos do País.

Itaú Unibanco

Anúncios


O Itaú é o maior banco do Brasil, de acordo com o Banco Central. Na sua equipe de colaboradores, estão mais de 90 mil funcionários. E o número de clientes chama atenção: são mais de 55 milhões!

O banco é uma junção das empresas Banco Itaú e Unibanco. A união destas instituições resultou no que, hoje, é considerada a maior empresa financeira de todo o Hemisfério Sul. Incrível, não é?

Já são mais de 91 anos oferecendo diversos serviços financeiros aos brasileiros. Apenas em 2020, o banco lucrou mais de R$ 20 bilhões! Assim, fica fácil entender porque ele está no top 10 dos maiores bancos do Brasil.

Anúncios

Caixa Econômica Federal

A Caixa é um dos bancos mais antigos do Brasil, com 159 anos de atuação.

A empresa está diretamente ligada do Governo Federal, através do Ministério da Economia. É por meio dela que a população recebe os benefícios governamentais, como o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial, por exemplo.

Atualmente, o banco é reconhecido em todo o mundo! São mais de 4 mil agências espalhados pelos quatro cantos do País. Isso sem falar nos mais de 60 mil funcionários para atender os seus clientes.

Só em 2020, o faturamento total da instituição chegou aos R$ 13,1 bilhões! 

Banco Bradesco

Fundado em 1943, o banco Bradesco é referência de credibilidade no mercado financeiro. No ano de 2019, a revista IstoÉ apontou a empresa como a marca mais valiosa o Brasil. Trata-se do banco privado que tem maior presença nas cidades brasileiras.

Anúncios

Não é à toa que o Bradesco possui mais de 98 milhões de correntistas. Além disso, conta com mais de 4 mil agências e 58 mil caixas eletrônicos espalhados pelo País.

No ano passado, o faturamento do banco atingiu a incrível marca de R$ 16,5 bilhões.

Ainda de acordo com a revista IstoÉ, se o Bradesco fosse vendido hoje, ele custaria ao comprador nada menos do que R$228 bilhões.

BTG Pactual

O BTG é o mais importante banco para a realização de investimentos da América Latina. De acordo com o Banco Central, ele ocupa o terceiro lugar na lista dos bancos privados mais influentes do Brasil.

Apesar de ser um gigante financeiro, o BTG Pactual possui apenas 9 agências. Atualmente, com a chegada da tecnologia de ponta ao mundo financeiro, as agências bancárias estão se tornando obsoletas. Por isso, a empresa concentra o seu atendimento no online.

Anúncios

Contando com a colaboração de pouco mais de 2 mil funcionários, o banco faturou cerca de R$ 4 bilhões em 2020. Nada mal, não é? 

Banco Santander

O Banco Santander já tem 65 anos dentro do mercado financeiro nacional. Apesar de ter sido fundado na Espanha e possuir sede em Madri, a instituição encontrou solo fértil aqui no Brasil.

Além de estar entre os principais bancos brasileiros, o Santander é o 16º maior banco do mundo. Já são 14 mil agências, 180 mil funcionários e 107 milhões de clientes ao redor do globo!

A instituição encerrou o ano de 2020 com lucro líquido de R$ 13,8 bilhões. Definitivamente, o Santander é um dos bancos mais sólidos do Brasil.

Banco Safra

O Banco Safra também está dentro da lista dos bancos mais influentes do Brasil. A sua sede fica em São Paulo, mas existem agências em outras cidades. Todas com estrutura de alto padrão para atender os clientes.

Anúncios

O banco oferece diversos produtos e serviços financeiros no País desde 1955, ano da sua fundação. Mais de 36 mil colaboradores fazem a mágica acontecer.

No ano passado, o lucro líquido da instituição chegou aos R$ 2 bilhões.

Nubank 

O Nubank é a startup que iniciou uma verdadeira revolução digital no sistema financeiro do nosso País. Fundado em 2013, o maior banco digital do Brasil se popularizou ao oferecer cartões e contas sem cobrar nenhum tipo de tarifa ou taxa de anuidade. 

Mais de 21 milhões de pessoas já contam com o famoso “roxinho”, como é conhecido o cartão de crédito do Nubank. A base total de clientes com contas abertas já ultrapassou os 33 milhões! 

No ano passado, o Nubank fechou o ano com R$ 29 bilhões de depósito de clientes e quase o dobro da receita. Sentiu a força desse banco? 

Anúncios

No entanto, a empresa registou prejuízo líquido de R$ 230 milhões em 2020. Mas, não estranhe. O Nubank já deixou claro que o prejuízo, neste momento, é uma “decisão de negócio”.

Na verdade, trata-se de um modelo adotado por grandes empresas de tecnologias ao redor do mundo. Assim, ao invés de já realizar lucro, a fintech segue investindo a margem gerada em times, serviços e produtos. Uma forma de crescer junto com os clientes, segundo a empresa.

Banco Inter 

O banco Inter é um dos principais bancos digitais do Brasil. Assim como o Nubank, ele oferece uma conta digital gratuita e um cartão de crédito sem anuidade. 

Anúncios

A empresa finalizou 2020 com mais de 10 milhões de clientes e crescimento de 106%.

Todos os dias, cerca de 29 mil novas contas são abertas no Inter através do aplicativo. Ao todo, já são mais de 8,5 milhões de correntistas espalhados pelo País.

Então, deu para perceber por que ele está entre os maiores bancos do Brasil, não é? 

Banco PAN 

O PAN é um banco digital diretamente ligado ao BTG Pactual, que já está nessa lista. No entanto, a fintech tem resultados próprios extremamente expressivos. Não é à toa que ela vem se tornando um dos principais bancos digitais do País. 

Além de atuar como banco digital, o PAN ainda oferece serviços de crédito consignado, financiamentos e investimentos. Mais de 10 milhões de brasileiros já são clientes da empresa.

No ano passado, o lucro líquido da instituição ultrapassou os R$ 600 milhões. Uma alta de 27% em relação a 2019, mesmo em um ano de pandemia e muitos altos e baixos para a economia.

Anúncios

Com o PAN, finalizamos a lista dos 10 maiores bancos do Brasil. Gostou de conhecer os gigantes financeiros do Paísl? Então, não deixe de compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais!

Aproveite para conferir o nosso artigo sobre os melhores bancos para abrir um conta digital e por que ter a sua o quanto antes!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta