MEI cancelado? Saiba como reativar o mais rápido possível!

Se tornar um microempreendedor individual, ou seja, um MEI, é uma maneira de formalizar o seu negócio. Há muitas vantagens na formalização, mas também existem deveres a serem cumpridos. Caso você deixe de cumprir-los, o seu MEI pode ser cancelado. No artigo de hoje, falaremos sobre eles e o que fazer caso o cancelamento seja inevitável!

O Brasil já tem milhares de microempreendedores individuais. Mesmo assim, muitos não sabem o que pode acontecer caso eles deixem de cumprir com os seus deveres. A falta de informação, sem dúvidas, pode atrapalhar bastante o seu negócio e até ameaçar o seu registro enquanto MEI.

Quer saber por quais motivos o seu MEI pode ser cancelado e como resolver essa situação caso aconteça com você? Então, não deixe de conferir este artigo. Vamos lá?

Anúncios


Por que cancelaram o meu MEI?

Existem alguns motivos que podem levar um MEI ao cancelamento. Mas, o principal deles é a falta do pagamento do imposto mensal. Atualmente, o valor é de R$ 55 e, mesmo que você não tenha faturamento, é necessário pagar a taxa.

O imposto é pago através do DAS, o Documento de Arrecadação Simplificada. Ele vence no dia 20, todos os meses, e não pagá-lo gera juros de 2% por mês.

Não declarar a receita também pode acarretar no cancelamento do seu MEI. Assim como ter vínculo com outro CNPJ, deixar de registrar um colaborador ou ultrapassar o limite do faturamento permitido para esse tipo de atividade.

Todos os anos o Portal do Empreendedor divulga quais MEIs serão cancelados. Já faz algum tempo que você não contribui? Se sim, fique bem atento às informações divulgadas no Portal do Empreendedor.

O que acontece quando o MEI é cancelado?

deveres do mei para não ser cancelado

Você perde o seu CNPJ, o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. E para voltar a atuar no seu negócio, será preciso formalizá-lo novamente após resolver todas as pendências que levaram ao cancelamento.

Anúncios


Caso o CNPJ não seja regularizado, o débito formado pela falta do pagamento das taxas irá para o seu CPF. Após o cancelamento, você não pode mais emitir notas fiscais para os seus clientes!

Anúncios


Além disso, você não terá mais direito aos benefícios da Previdência Social. Entende agora porque é tão importante arcar com todos os seus compromissos fiscais?

O que posso fazer?

Primeiramente, procure entender o motivo que levou ao cancelando do seu CNPJ. Quando você tem essa resposta, fica mais fácil saber o que fazer.

Se for por falta do pagamento das taxas, você pode acessar o Portal do Empreendedor e imprimir todos os DAS não pagos para realizar o pagamento.

Caso queira, dá para abrir outro CNPJ mesmo devendo na empresa anterior. O problema é que o saldo devido não será liquidado e, sim, transferido para o seu CPF. Isso significa que você ainda tem uma dívida, mesmo criando outro CNPJ.

Você pode negociar os seus débitos, caso não tenha dinheiro para pagar à vista. O parcelamento pode ser feito em até 60 meses, com parcela mínima de R$ 50 por mês.

Anúncios


Dá para regularizar o MEI e manter o CNPJ?

Infelizmente, a resposta para essa pergunta é não. De fato, não existe essa possibilidade.

Após regularização do MEI,você precisará abrir outro registro CNPJ. Ou seja: criar outra empresa e passar novamente pelas etapas do processo de formalização.

Já deu para entender que se trata de um caminho sem volta, não é? Por isso, mantenha as suas obrigações como MEI em dia para que você não precise formalizar o seu negócio mais uma vez.

Além do mais, todo o imposto que você paga mensalmente como mês tem serventia. Essa contribuição será a sua aposentadoria no futuro. Não é um valor pago em vão.

Conta MEI – CNPJ

Que tal aprender a gerir o dinheiro do seu negócio de uma maneira mais organizada e, com isso, não atrasar os pagamentos? A conta bancária PJ funciona como uma conta tradicional, mas projetada especificamente para atender as demandas de um negócio.

Anúncios


Ela contém funções que facilitam o dia a dia da sua empresa, como o boleto de cobranças. E toda a gestão acontece através de aplicativos modernos e intuitivos. Eles expõem os gastos para que você se organize financeiramente.

Diversos bancos, tanto os tradicionais quanto os digitais, oferecem esse recursos para autônomos. Leia este artigo que publicamos com todas as informações sobre conta PJ e não pense duas vezes antes de abrir a sua.

Agora que você já sabe tudo sobre cancelamento de MEI, fique atento! Não deixe de comprir todas as suas obrigações de microempreendedor individual para manter a saúde do seu negócio!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta