PIX cobra taxa? Descubra em que situações o PIX não é grátis

Saiba quando a modalidade de transferência mais querida do Brasil cobra taxas para ser realizada

O PIX chegou há pouco tempo, mas já é a principal forma de transferência utilizada pelos brasileiros. Isso, com certeza, se deve ao fato de que ele não cobra taxas para enviar dinheiro para pessoas físicas. No entanto, há casos em que é preciso, sim, pagar pela transferência instantânea. Você sabe quando o PIX cobra taxa? Fique atento, pois vamos te explicar ao longo deste artigo!

Não é difícil mesmo entender por que o PIX caiu nas graças do brasileiro. Fala a verdade: uma transferência que não paga taxa e ainda manda o dinheiro na hora? Parece até mentira. Mas, você já sabe que é verdade! E o melhor: ainda é seguro, pois o sistema de pagamentos foi fundado pelo Banco Central, a autoridade monetária do nosso país.

Hoje dá para fazer um PIX e comprar quase tudo. São poucos os estabelecimentos comerciais que não aceitam essa forma de pagamento. Até as maquininhas foram contagiadas e, atualmente, praticamente todas elas contam com pagamento via PIX, com leitura de QR Code

Anúncios


Continue com a gente para saber mais detalhes e descobrir em que situações o o PIX cobra taxa dos usuários!

PIX – Entenda melhor como ele funciona

Para fazer e receber transferência do tipo PIX, é necessário cadastrar chaves referentes às suas contas bancárias. Depois que cadastramos a nossa chave nos aplicativos dos bancos, já podemos receber transferências através da modalidade.

As chaves podem ser o número do seu CPF ou CNPJ, número de celular, e-mail ou uma chave aleatória, gerada pelo app. Você pode tanto ter várias chaves registradas no mesmo banco, quanto registrar chaves em mais de uma instituição.

Quando um consumidor tem a mesma chave cadastrada em mais de um banco, na hora da transferência, o app pedirá para que o remetente selecione para qual banco deseja enviar a grana. Portanto, quando for receber um PIX, alerte a pessoa que vai te enviar o valor sobre qual dos bancos selecionar.

É muito, muito simples enviar um PIX. Achamos que você talvez até já saiba, mas vale a pena explicar para quem ainda não está utilizando a transferência, não é?

Anúncios


Basicamente, você irá informar a chave PIX da pessoa para a qual vai enviar o dinheiro e o valor desejado. Em seguida, autorize a transação, utilizando a senha do seu banco e pronto! O dinheiro cairá na conta do destinatário na MESMA hora!

Existe PIX pago?

pagamento via pix
Anúncios


Sim, existe! Essa resposta pode assustar, mas é que o PIX só é totalmente grátis e ilimitado para pessoas físicas. No caso das pessoas jurídicas, isto é, empresas cadastradas com CNPJ, a decisão sobre as taxas não é tomada pelo banco.

Mas, mesmo cobrando para realizar transferências para contas PJ, o PIX não decepciona. Com certeza, você se lembra de ter pago cerca de R$ 10 para realizar TEDs ou DOCs. Pois é! Mesmo quando PIX cobra taxa, esse valor não ultrapassa 1,5% do total da transação.

Portanto, pagar pelo PIX ainda pode ser mais vantajoso do que fazer qualquer outro tipo de transferência bancária.

Anúncios


Em que situações o PIX cobra taxa?

Se você deseja fazer PIX pela sua conta PJ, deve se informar com o seu banco se existe taxa para a realização da transferência. Acesse o site do seu banco e observe se, no menu, existe uma área falando sobre PIX.

Mas, caso você queira fazer o PIX e ver no que dá, a cobrança (se houver) virá descrita no comprovante da operação.

Para pessoas físicas, é muito raro haver cobranças por PIX. Geralmente, isso ocorre quando um indivíduo recebe mais de 30 PIXs em um mês. Porém, não se sabe ao certo o valor cobrado.

Limite de transferência e pagamento de contas

Não existe um valor exato de limite para transferir via PIX, mas cada banco tem o direito de estabelecer o seu. No app de algumas instituições, é possível ajustar o seu próprio limite.

Uma das grandes vantagens do PIX é que ele pode ser utilizado para pagar contas. Água, luz, gás, aluguel… Tudo pode ser pago com PIX. Você sabia que até o Ifood aceita PIX como forma de pagamento? Dá para fazer compras online e até pagar compras normais, em lojas físicas.

Anúncios


Como mencionamos mais acima, até as maquinetas de cartão já aceitam pagamento via PIX! Funciona assim: na tela, aparece um QR Code relacionado à sua compra. Com o aplicativo do seu banco, você faz a leitura do código e realiza o pagamento. Simples assim! Legal, não é?

Gostou de descobrir em que situações o PIX cobra taxa? Então, não deixe de dividir este conteúdo valioso com seus amigos e familiares, através das redes sociais!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0