Registro de marca: Entenda por que ele é tão importante 

Registrar a marca do seu negócio é a primeira forma de protege-lo. Saiba mais neste artigo.

O Brasil é um país ocupado por empreendedores! Atualmente, muita gente tem o próprio negócio. As buscas a respeito de como registrar uma marca, consequentemente aumentaram! Afinal de contas, você sabe porque registrar a sua marca é importante? 

Se você abriu o seu negócio e não sabe como registrar a sus marca ou logotipo, não pule este artigo. Vamos te mostrar como fazer isso. O procedimento é um pouco complexo, porém, extremamente necessário para proteger o seu negócio. 

Além de te guiar pelo registro da sua marca, iremos revelar a importância de fazer isto. Queremos te mostrar, também, como proteger a credibilidade do seu negócio e logo marca. Afinal de contas, o seu nome é o seu cartão de visitas. 

Preparado para dar um dos passo mais importantes da trajetória da sua empresa? Então venha conosco na leitura deste artigo até o final para saber como realizar este procedimento complexo, porém indispensável. 

Por que devo registrar minha marca? 

O registro de marca é fundamental para proteger os dados de uma empresa. Além disso, ele evita que outras pessoas se aproveitem da sua marca, obtendo lucros em cima dela. 

É por isso que registrar a marca do seu negócio é tão importante. Mais do que isso, essencial, pois evita que a identidade do seu negócio – que começa pelo nome – seja utilizado por outras pessoas. 

Clientes reconhecem um negócio por seu nome e logotipo. Logo, quem deseja fazer da própria empresa um sucesso – imaginamos que todos – deve registrar a sus marca devidamente! Escolha um nome original, que remeta ao seu nicho e atraia pessoas de maneira rápida. 

O registro de marca garante credibilidade para a empresa. Além disso, garante tambémm a consolidação do seu negócio junto com seu público alvo. Logo, ele serve para autenticar  assinatura da sua marca no mercado e agregar valor aos seus produtos e/ou serviços. 

Registro de marca: permanência no mercado 

As marcas mais valiosas do mundo, de acordo com a revista Forbes, são a Apple a o Google. Em seguida, estão empresas como Facebook, Amazon e Microsoft. 

Com certeza você consome ou ao menos já ouviu falar bastante sobre essas empresas. Viu como os seus nomes são importantes? É por eles, além de seus logotipos, que a gente reconhece essas marcas de primeira. 

Registrar a sua marca é fundamental independentemente de qual  for o segmento do seu negócio. Uma empresa devidamente registrada está protegida de qualquer imprevisto referente a sus marca. 

Quando custa registrar uma marca?

Registrar uma marca requer documentação necessária e custos do processo. O responsável por essa cobrança é o INPI, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial. 

Para saber os valores deste processo, basta acessar o site oficial do INPI. Lá, você poderá ver, com detalhes, quais serão os custos que você terá para registrar a marca do negócio.

Para pagar, tudo o que você precisa fazer é acessar o GRU, o guia de recolhimento da União. Os valores dependem do seguimento do negócio, assim como o tamanho da empresa. 

Como o processo é um pouco complexo, muitos deixam de registrar a sua marca, o que pode dar muito prejuízo lá na frente – principalmente se o seu negócio der certo. 

Não deixe de registrar a sus marca. Caso ache o procedimento muito complicado, busque empresas que prestam este serviço para você. 

Passo a passo para registrar sua marca 

Antes de mais nada, você deve fazer uma consulta no INPI para saber se já existe alguma marca com o mesmo registro. Com o sinal verde, você poderá fazer o seu cadastro na plataforma. 

Cadastro feito? Você está liberado para pagar a taxa federal. Ela estará na GRU, a Guia de Recolhimento da União. Cuidado com o preenchimento errado de informações: isso pode gerar multas e taxas. 

Você poderá pagar pela GRU em qualquer banco. Ela não permite agendamento e o não pagamento interromperá o processo, obviamente.  Confira a documentação: 

  • Comprovantes de atividade do seu negócio;
  • Adequação da logomarca em JPEG. 

Pedidos te registro de marcas nominativas não exigem envio de logomarca. 

O próximo passo é preencher o formulário de pedido do registro da marca. Nele, você indicará a classe das atividades e/ou serviços que realiza. Lembre-se que preencher dados errados limitam proteção da marca. 

Pronto! Feito Isso, já pode divulgar a sua marca por tudo quanto é lugar. Se desejar mais informações, acesse o Guia Abrasivo de Marca, que está gratuitamente disponível no site oficial do INPI. 

Gostou do artigo? Conta pra gente nos comentários e não esquece de compartilhar o conteúdo nas suas redes digitais. 

Em Alta

Aguarde…

0