Simples e eficiente | Organize as finanças com a regra 50 30 20

Ainda não conhece a regra 50 30 20? Saiba que ela pode te ajudar a organizar suas finanças e a alcançar seus objetivos!

Tem que diga que a regra 50 30 20 é a melhor forma de organizar de vez as finanças pessoais. Mas, como organização financeira não é o forte da maioria dos brasileiros, iniciar esse processo pode parecer muito confuso para quem nunca o fez. Por isso, vamos te mostrar, em detalhes, como aplicar a regra 50 30 20 e revolucionar a forma como você lida com o dinheiro!

Primeiramente, é preciso saber com detalhes qual o seu orçamento atual. Qual suas receitas? Qual suas despesas? Com estas informações muito claras, começamos o planejamento. É nesta parte que muita gente começa a se complicar, desistindo do processo em seguida. 

É por esse motivo que hoje te apresentamos a regra 50 30 20! Para que você possa criar o seu planejamento financeiro de uma maneira mais simples, e não desistir dele! Não subestime o poder de organizar e planejar suas finanças. Vamos lá? 

Anúncios


E como funciona esse método? 

Esse método nada mais é do que uma forma de orientar o seu orçamento. Você irá fixar um limite de gastos, todo mês, guiado por três principais categorias! 

Funciona assim: 

  • 50% de todo o seu orçamento deve ser utilizado para suprir gastos fixos e essenciais
  • 30% do valor total deve ser direcionado para gastos variáveis, que fazem parte do seu estilo de vida
     
  • 20% da sua renda mensal é utilizada para as suas prioridades financeiras (investimentos, negócios

Agora, tudo o que você precisa fazer é pensar quais gastos se classificam em cada categoria existente. Vamos te dar uma luz sobre isso, mas só você poderá realmente decidir para onde vai o quê. Confira! 

Anúncios

50% – Gastos fixos e essenciais 

Sabe tudo aquilo que mantém a sua rotina funcionando? Como a gasolina do seu carro, o seu aluguel, sua conta de luz, as compras no supermercado? Estes são os gastos que devem entrar nesta categoria específica. 

Mas, para cada pessoa, o essencial pode ser diferente. Por isso, pense na sua rotina como um todo e se pergunte o que é que faz ela funcionar direitinho para saber o que fará parte dos 50%. 

Anúncios


Se a sua rotina envolve o seu sonho de ser um cantor, por exemplo, as aulas de canto serão essenciais. Se você estuda para concurso, a mensalidade do cursinho será essencial. 

30% – Gastos variáveis 

Aqui devem estar as suas idas ao cinema, as comprinhas no shopping, aquela viagem que você vai fazer com os amigos, entre outras coisas que não fazem parte dos seus essenciais. 

Anúncios

Esses são os seus gastos mais pessoais e que você não abre mão. Na vida, precisamos dos essenciais e do não essencial também. Muitas vezes, o não essencial se torna essencial por precisarmos de lazer e diversão! 

Como não são gastos fixos e obrigatórios, vamos classificá-los como gastos variáveis. É muito importante que tenha clareza de quais são eles para organizar as suas finanças pessoais.

20% – Prioridades financeiras 

Nesta sessão, devem estar os investimentos que você faz para garantir uma vida melhor futuramente. São recursos para a realização de sonhos e projetos. 

Aqui, encaixe as economias que te permitiram alcançar suas metas e objetivos. Se você ainda não tem uma boa reserva de emergência, considere investir a curto prazo pela formação da mesma. 

Suas prioridades financeiras também podem envolver o pagamento de dívidas, a retirada do seu nome do SPC ou Serasa, entre outras ações. O objetivo desta sessão, na regra 50 30 20, é que você proporcione melhorias na saúde da sua vida financeira. 

Anúncios

Você pode quitar todas as suas dívidas e, logo em seguida, planejar um crescimento financeiro. Assim, já estará melhorando e muito! 

Confira na imagem abaixo um resumo do que acabamos de explicar: 

Fonte: Guiabolso

Como por o método em prática?

Esse é um processo que você precisa acompanhar bem de perto, diariamente. Por isso, lance mão dos aplicativos e planilhas que podem te ajudar nessa missão. 

Automatização

Que tal colocar as despesas todas como prioridade no débito automático para o dia seguinte ao que você recebe dinheiro? 

Anúncios

É que quando não automatizamos as nossas prioridades, a tendência é gastar com o que não é essencial no início do mês, trazendo rombos para as nossas contas! 

Logo, o dinheiro que você deveria investir ou poupar acaba servindo para tapar esses rombos, e todo o seu planejamento financeiro vai por água abaixo.

Não deixe de criar o seu planejamento

Você pode, tranquilamente, adaptar a regra 50 30 20 ao seu estilo de vida. Não deixe de planejar a sua vida financeira, pois o futuro pode ficar bem complicado para você nessa área.

Se você acha que 50% para suas despesas fixas é pouco, atualize está porcentagem, divida melhor as três categorias! Vá de acordo com as suas necessidades. 

Mantenha-se dentro do limite estipulado

Tenha em mente que, para se organizar financeiramente, é importante conhecer todos os seus reais gastos e manter-se dentro do limite que você mesmo estipulou. 

Como mencionado anteriormente, as porcentagens podem variar a depender do seu estilo de vida. Mas, uma vez definidas, não ultrapasse os limites. 

Anúncios

E se a dúvida sobre o que é necessidade surgir, pergunte-se sobre quais gastos você cortaria se perdesse a sua principal fonte de renda hoje. Tudo o que não estiver na sua resposta é essencial, Ok? 

Gostou de conhecer a regra 50 30 20? Então, aproveite para compartilhar nas suas redes sociais! E não deixe de conferir o nosso artigo com os principais aplicativos e planilhas que irão te ajudar nessa organização!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta