Como revender produtos importados: Veja 4 formas eficientes

Conquiste a sua independência financeira revendendo produtos que vêm de fora pela internet. Saiba como neste artigo.

Você sabia que a revenda de produtos importados vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil? Além de altamente lucrativa, a atividade ainda te proporciona a comodidade de trabalhar de dentro da sua própria casa. Por isso, hoje, queremos te contar como revender produtos importados.

Não sabemos se você está em busca de uma renda extra ou de conquistar a sua independência financeira. Seja qual for o caso, a revenda de produtos importados é uma ótima opção e a gente vai te explicar o porquê.

Viajar para fora não está nada barato. Para muitos consumidores, vale mais a pena comprar esses produtos pela internet, através de lojas virtuais que realizem a revenda dos itens que não são vendidos no Brasil.

Anúncios


No entanto, para obter o sucesso com a sua loja de revenda de produtos importados, é preciso enfrentar algumas etapas. Há, também, alguns cuidados a serem tomados! Mas, fique tranquilo, pois vamos te deixar por dentro de todos os detalhes sobre como revender produtos importados agora!

Como revender produtos importados pela internet?

A revenda de produtos importados pela internet é um negócio que conquista cada vez mais espaço no mercado por causa dela: a demanda. O número de consumidores em busca de produtos importados só aumenta, a cada ano que passa.

Por isso, para quem deseja lucratividade nos negócios, saber como revender produtos importados e abrir a sua loja pode ser uma bela empreitada.

Trata-se de um negócio promissor, sem dúvidas. Mas, para que tudo dê certo, é necessário respeitar algumas etapas. A primeira delas é o estudo das leis que gerem a importação de produtos para o nosso país. Revender produtos importados é legal, desde que você respeite essas leis. Portanto, é de extrema importância que o interessado em empreender no ramo as conheça de cabo a rabo.

A segunda tarefa é a escolha dos seus fornecedores. Selecione os que têm mais credibilidade, para não sair no prejuízo. Podemos citar alguns mais famosos, como o Ali Express, Alibaba e MiniInTheBox, por exemplo. No entanto, essa pesquisa é sua, abuse e use do Google.

Anúncios


Após a chegada dos seus produtos, saiba: eles não irão se vender sozinhos. Portanto, realize uma pesquisa para definir o nicho do seu negócio e como você fará para vendê-los ao público certo. Feito isso, é chegada a hora de montar a sua loja virtual!

Anúncios


Essa loja pode ser uma página no Instagram, com link direto para o seu WhatsApp; um site, ou até mesmo as duas opções.

Revendendo produtos de fora: 4 formas de importação

container com produtos importados para revenda

Para lucrar bem e estruturar as suas vendas direitinho, você vai ter que escolher a melhor forma de importar os seus produtos do exterior para o Brasil.

Na realidade, não existe uma opção mais vantajosa do que a outra. Isso vai depender dos seus objetivos e de quanto você tem disponível para investir.

Anúncios


Avalie, de acordo com o seus objetivos e o tanto de dinheiro que você dispõe para aportar no seu negócio.

Abaixo, você confere 4 diferentes formas de importar produtos importados para revender no Brasil.

1 – Importação direta

A primeira opção traz consigo algumas desvantagens. É que, na importação direta, os produtos podem ser taxados em até 100%. Se for o caso, você terá de pagar o dobro do valor original para obtê-los.

No geral, ela é pratica, pois você faz a compra diretamente com o seu fornecedor estrangeiro. Mas, se você está começando agora e não tem muita grana para investir ou uma reserva de emergência, talvez não valha a pena.

2 – Dropshipping

Nessa modalidade de importação, você não precisa nem ter um estoque próprio de produtos. Isso vai reduzir bastante os seus custos, que poderão ser direcionados para a loja virtual. E, cá para nós: hoje em dia, com uma boa estratégia de marketing, o sucesso está praticamente garantido.

No dropshipping, o cliente compra o produto através do seu site. Em seguida, você encaminha a demanda para o seu fornecedor, responsável por enviar a mercadoria para o seu cliente. Prático, não acha?

Anúncios


3 – Importa fácil

Se você é microempreendedor e o seu negócio ainda não está muito bem consolidado no mercado, a Importa Fácil é o meio mais indicado para trazer os seus produtos.

Através do serviço, o lojista pode importar até 3 mil dólares e 30kg em produtos pelos Correios.

4 – Trading

Trata-se de uma alternativa para quem está começando, porém, custa caro. Por isso, opte por ela apenas se você tiver pesquisado com afinco todos os mínimos detalhes do seu negócio.

Nessa modalidade de importação, existe uma empresa mediadora que agiliza todo o processo de trazer os seus produtos pra cá.

Que produtos posso importar?

A variedade de produtos que você consegue trazer de fora para revender aqui no Brasil é imensa.

Mas, existem os mais comuns, com mais demanda de marcado. São eles: roupas, acessórios (como bolsas, bonés, relógios, óculos e sapatos), perfumes e produtos eletrônicos (celulares, principalmente). 

Roupas de marcas como Louis Vitton e Gucci tem grande procura, até porque o preço dos produtos dessas grifes nos Estados Unidos é bem mais baixo, por exemplo. Às vezes, para o consumidor, mais compensa importar através de uma loja como a sua do que comprar em lojas brasileiras.

Anúncios


O mesmo vale para os perfumes e os aparelhos eletrônicos que fazem sucesso entre os brasileiros e vêm de fora.

E aí, ficou animado para começar a empreender com a revenda de produtos importados? Aproveite agora para conferir nosso artigo com 11 dicas infalíveis para ter sucesso nas vendas pela internet!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0