eSocial: Saiba por que ele é tão importante para a sua empresa

Entenda o que é o eSocial, como ele funciona, quem deve aderir e quais as vantagens para a organização

Você, com certeza, já ouviu falar sobre o eSocial. Ele foi criado para unificar o envio de informações trabalhistas, fiscais e previdenciárias ao governo. Mas, você sabe como funciona e por que ele é realmente importante para a sua empresa? Neste artigo, vamos te contar tudo sobre o eSocial!

Antes de mais nada, saiba que o eSocial retém informações relacionadas a qualquer pessoa que preste serviço para o seu negócio. Isso inclui os funcionários com carteira assinada, mas não apenas eles. Ou seja: terceirizados, estagiários e prestadores de serviço também estão na lista.

Anúncios


O Recursos Humanos do seu empreendimento é responsável por enviar as informações. Ele também deve estar atento às mudanças. Este ano, por exemplo, o Sistema passará por algumas melhorias. Falaremos sobre elas mais à frente.

Pronto para saber mais sobre o eSocial? Então, confira o nosso artigo até o fim. Boa leitura!

O que é o eSocial?

Como mencionamos, o eSocial é um sistema desenvolvido pelo Governo Federal. O objetivo é unificar o envio de informações acessórias por empresas ou pessoas físicas que possuam colaboradores. Esse repasse assegura o cumprimentos das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.

Toda contratação ou demissão de funcionário deve ser informada via eSocial. Assim como pagamentos relacionados ao INSS e ao recolhimento de FGTS.

Anúncios

Os órgãos responsáveis recebem as informações de forma eletrônica. Dessa forma, a fiscalização e o acompanhamento dos registros acontece de maneira mais simples. 

Anúncios


O grande intuito do sistema é impedir a sonegação de impostos. Além de garantir, é claro, que todos os trabalhadores recebam os seus direitos previdenciários e trabalhistas.

Mudanças no eSocial em 2021

A partir deste ano, enviar as informações para o eSocial ficará ainda mais simples. É que a plataforma está sendo substituída por outra mais dinâmica.  

Anúncios

O novo sistema agora atende pelo nome de eSocial Simplificado. Ele é uma realização conjunta de várias empresas e entidades. Entre elas estão a Caixa, a Receita Federal do Brasil, o INSS e o Ministério do Trabalho.

De forma resumida, o eSocial agora é uma folha de pagamento digital. Isso significa menos burocracia para manter a segurança dos dados e enviar informações precisas.

Quais as vantagens do eSocial?

Antes do eSocial, o envio de informações pelas empresas acontecia de forma manual. O Sistema chegou para simplificar esse processo, com registros virtuais.

Essa é a principal vantagem do eSocial. Automatizar e facilitar processos que antes eram burocráticos. Isso gera organização, produtividade e agilidade ao setor.

Com o eSocial, é possível cruzar os dados dos seus funcionários com os órgãos envolvidos. Assim, há um maior controle e monitoramento das atividades da sua empresa.

Anúncios

Quem deve aderir?

O eSocial é obrigatório para qualquer empresa ou pessoa física que possua colaboradores. Seja por por meio de carteira assinada, prestação de serviço ou terceirização.

A pessoa física utiliza a plataforma para fazer o controle do seu empregado doméstico. Isso inclui, por exemplo, o envio mensal da folha de ponto. É preciso atenção ao prazo para repasse dos dados.

Toda empresa com funcionários também deve aderir ao Sistema. Microempresas (ME), Empresas de Pequeno Porte (EPP) ou mesmo Microempreendedores Individuais (MEI) não ficam de fora. Se você tem pelo menos um colaborador, precisa aderir.

Você é MEI? Então, confira o nosso artigo sobre as melhores opções de empréstimo para você.

Anúncios

Quais documentações devem ser enviadas?

São 13 documentos ao todo. Confira a lista abaixo:

  • RAIS – Relação Anual de Informações Sociais;
  • DIRF – Declaração de imposto de renda retido na fonte;
  • CAGED- Cadastro Geral de Empregados e Desempregados;
  • GFIP – Guia de Recolhimento do FGTS e de Inf. à Previdência Social;
  • MANAD – Manual Normativo de Arquivos Digitais;
  • PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário;
  • GRF – Guia de recolhimento do FGST;
  • CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho;
  • CD – Comunicação de dispensa;
  • GPS – Guia da Previdência Social;
  • Quadro de Horário de Trabalho;
  • Folha de Pagamento;
  • Livro de Registro de Empregados.

Como cadastrar a minha empresa no eSocial?

como cadastrar empresa no esocial

Primeiramente, acesse o site do eSocial. Em seguida, valide os dados do empregador, informando o seu CPF ou CNPJ.

A partir daí, você já terá o login da sua empresa. O próximo passo é registrar o CPF e o CNIS de cada funcionário. Simples assim.

Anúncios

Empresas maiores utilizam um sistema integrado para alimentar o eSocial. Já as pequenas fazem os registros de forma direta na plataforma.

As pessoas tendem a achar o que é obrigatório ruim. Mas, não é o caso do eSocial. O Sistema veio para ajudar as empresas no envio de informações ao governo. Ele traz economia de tempo, reduz falhas e gera mais praticidade ao processo. Portanto, aproveite.

Gostou de saber mais sobre o eSocial? Então, não deixe de compartilhar este artigo nas suas redes sociais.

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta