Veja como sair das dívidas ganhando pouco com ESSAS dicas

Descubra como dar o primeiro passo na caminhada rumo à uma vida livre de dívidas

Você tem dívidas e quer se livrar delas? A sua situação é a mesma de mais de 60% da população do Brasil. Só em 2021, quase 70 milhões de brasileiros estão com o nome sujo só no Serviço de Proteção ao crédito, o SPC. Para te ajudar, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber para sair das dívidas, mesmo ganhando pouco.

Sim, existe uma saída para essa situação dolorosa. O primeiro passo para a sua liberdade financeira tem nome e se chama negociação. Procurar os seus credores e negocie as dívidas. É isso que você deve fazer, antes de qualquer coisa.

Quando se tem dívidas, é necessário colocá-las em primeiro lugar. Você sabia que os juros das dívidas que não pagamos são compostos? São os famosos juros sobre juros. Basta piscar o olho e a sua dívida já se tornou uma enorme bola de neve!

Anúncios


O caminho é doloroso, mas com muita organização financeira, é possível chegar lá! Fique por aqui e acompanhe esta leitura. Hoje, vamos te guiar para uma vida livre das dívidas. Você vai descobrir, agora, como ficar livre das dívidas mesmo ganhando pouco.

Como negociar as suas dívidas

Negociar as dívidas é a decisão mais inteligente que alguém que deve pode fazer. Quem já renegociou sabe do que eu estou falando. Na grande maioria das vezes, a negociação implica em um desconto. E dependendo do seu credor, o valor descontado pode ser até bem generoso. Com certeza, isso vai te ajudar a sair das dívidas ganhando pouco.

Mas, antes de renegociar, é preciso organizar de vez todas as finanças! Como? Fazendo conta! Somando tudo e tendo uma real noção do tamanho da dívida. E claro, organizando-se financeiramente.

Você sabe quais são os seus gastos fixos mensais? E os variáveis? Você poupa uma parte do que recebe? Faz investimentos? Se a resposta para pelo menos uma dessas perguntas for não, você ainda está desorganizado financeiramente. E isso traz consequências, como mais dívidas, por exemplo.

Anúncios


Após fazer todas as contas e ficar realmente a par da sua situação, procure os credores. Você pode tanto aceitar a proposta deles, quanto sugerir a sua para juntos chegarem a um denominador comum.

Anúncios


Então, é chegada a hora de se comprometer. Após firmar um acordo, certifique-se de realizar os pagamentos nas datas combinadas. Afinal de contas, sair das dívidas ganhando pouco vai demandar uma mudança de hábitos financeiros e um real comprometimento com o seu futuro e liberdade.

É possível negociar dívidas pela internet?

homem negociando dívidas pela internet

Sim! Muitas empresas já trabalham com a negociação online. Verifique se pelo site ou plataforma do seu credor é possível fazer isso. Quem sabe você não consegue um bom acordo que acarrete na diminuição do valor?

Outra maneira de negociar dívidas pela internet é através do site do Serasa. Mas, só para quem já está com o nome negativado. Lá, é possível consultar antigos débitos e negociar todas as suas dívidas através de uma simulação.

Anúncios


É sempre bom, aliás, acompanhar o site do Serasa. É por lá que você fica sabendo dos feirões de negociação online, onde as dívidas costumam ter o valor reduzido em até 90%. Assim, fica bem mais fácil sair das dívidas mesmo ganhando pouco.

Quais dívidas pagar primeiro?

Primeiramente, por motivos óbvios, procure quitar as dívidas com juros mais altos. Quando o assunto é juros, cada dia sem pagar é mais um peso para o seu bolso.

Negociar as dívidas mais altas, cujos juros aumentam diariamente, deve ser uma prioridade ainda maior do que economizar dinheiro para o cidadão endividado. Com o nome sujo, a vida do consumidor se torna financeiramente limitada, já que o mesmo não tem acesso ao crédito.

Sem dúvidas, o crédito é uma parte importante para a concretização dos nossos planos. O problema está na maneira como as pessoas fazem uso dele: sem planejamento ou o mínimo de organização.

Quando feito de maneira consciente, o crédito passa a exercer a sua função primordial, que é servir como uma ferramenta, um aliado em direção à liberdade financeira.

Anúncios


Dá para pagar as dívidas sem os juros?

Infelizmente, não há como. Toda dívida implica na cobrança de juros. O seu atraso em pagar o que deve está lesando diretamente a instituição credora. Mas, você pode trocar uma dívida por outra com juros mais baixos. Quer saber como?

Uma opção é tentar negociar a taxa de juros com o seu banco. Não há problema algum em ser franco com o seu gerente a respeito da sua situação financeira e pedir ajuda. A depender da situação do débito, você pode obter êxito.

Ou, digamos que você esteja devendo, porém não por tempo suficiente para que o seu nome esteja sujo. Uma boa saída é tomar um empréstimo no valor da sua dívida, com uma taxa de juros mais baixa. Assim, você economiza dinheiro, ao assumir uma dívida menor.

Diante do acúmulo de débitos e uma renda limitada, a nossa mente fica um pouco turva, como se não houvesse solução para sair das dívidas ganhando pouco. Mas, a verdade é que no mundo financeiro, com o planejamento adequado, quase tudo é solucionável. É um universo matemático!

Anúncios


Esperamos que este artigo tenha clareado um pouco o seu caminho, e que você consiga dar o primeiro passo em direção à uma vida livre de débitos!

Aproveite e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para também mostrar aos seus amigos como sair das dívidas ganhando pouco!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0