Os 10 fundos imobiliários com maior alta em 2020

Fique por dentro dos fundos imobiliários que fecharam 2020 em alta e saiba onde investir nesse inicio de 2021.

Para investir, é preciso saber onde! Por esse motivo, nosso blog preparou uma lista com os 10 fundos imobiliários que mais cresceram no ano passado. Assim, você pode ter um norte acerca dos seus investimentos nesta área. 

Os FIIs, Fundos de Investimento Imobiliários, como qualquer setor do mercado financeiro, foram abalados em 2020, ano marcado pela pandemia do Corona Vírus e pela crise financeira que assolou o mundo. Mesmo assim, houveram carteiras que manejaram o escape da turbulência, gerando ganhos significativos durante o período. 

Anúncios


Existe um indicador dos fundos imobiliários que funciona como uma Ibovespa do setor, é o Ifix. Em março do ano passado, esse indicador apontou cerca de 25% de desvalorização do setor. Porém, alguns gestores conseguiram atravessar a crise com valorização de 50%. Eles sabiam bem onde investir. 

Por isso, se você quer prosperar os seus investimentos no mercado imobiliário em 2021, você não pode deixar de ler este artigo é conferir a lista que preparamos com os 10 fundos que fecharam o ano passado em alta! 

Baixas no setor não os impediram

O trabalho interrompido em diversas empresas por causa das medidas protetivas tomadas durante a pandemia, é claro, trouxeram danos para o setor imobiliário. 

Diversos inquilinos atrasaram os seus aluguéis não apenas da própria moradia, mas também a de seus estabelecimentos comerciais, como lojas em shoppings ou galerias. 

Anúncios


Indivíduos também atrasaram parcelas de seus imóveis financiados, pois a falta de fonte de renda e a incerteza em relação a quando poderiam reabrir os seus negócios deixou diversos brasileiros sem norte. 

Anúncios


Tudo isso afeta diretamente o pagamento dos dividendos relacionados a fundos imobiliários e, consequentemente, alterou o valor das cotas negociadas na Bolsa de Valores. 

Porém, mesmo diante da crise, alguns fundos imobiliários revelaram força o bastante para que o ano de 2020 fosse fechado com chave de ouro e muitos ganhos. Quer saber quais? Então confira agora a lista que preparamos pra você. 

Fundos de tijolos x Fundos de papel 

Primeiramente, vamos explicar do que se trata cada um. Quando o fundo é de Tijolos, ele compra participações em shoppings, hotéis, escritórios: imóveis que já estão prontos. 

Anúncios


Já os fundos de papel, são aqueles que emprestam dinheiro para a realização de novos projetos. Eles são chamados assim justamente por ainda não terem saído do papel. 

O fechamento de imóveis em 2020 apontou que os fundos de papel sofreram menos perdas do que os de tijolos. Mas por quê? 

Lembra que mencionamos mais acima nesse texto que o atraso ou até a falta do pagamento de aluguéis gerou muitas perdas no setor? Elas afetam diretamente os fundos de tijolos. Por isso, os investidores deste tipo de fundo imobiliário tiveram mais perdas do que os que optaram por fundos de papel durante a pandemia. 

Fundos de papel subiram enquanto o índice mostrava baixa nos fundos imobiliários de tijolos, mostrava também a alta nos fundos de papel. 

Anúncios


É que o rendimento de tais carteiras independe da taxa de juros combinada nas operações. Por diversas vezes, a taxa é, ainda, corrigida, como em 2020c quando o rendimento subiu 23,1% tornando-se extremamente forte.

De acordo com Juliana Pedroza, chefe de relações com investidores da Habitat Capitak Partners, o fundo imobiliário de papel HABT11 Subiu cerca de 15,82% no ano passado, atingindo o quinto lugar na lista de investimentos imobiliários com melhor desempenho em 2021. 

Os fundos de papel podem estar em diversos setores imobiliários, já que estão atrelados a dívidas. 

Um exemplo do crescimento deste tipo de fundo imobiliário é o campeão HCTR 11, da empresa Hectare Capital, que fechou o ano de 2020 com alta de 47%. 

Essa carteira tem como foco o investimento em CRIs de incorporadores de projetos em unidades residenciais, em áreas de agronegócios e multipropriedades, exemplo: hotéis, pousadas, resorts. 

Anúncios


Previsões para 2021 

A pandemia ainda não acabou, e por isso, continua sendo uma ameaça ao setor imobiliário. Contudo, desde a flexibilização das medidas de proteção, especialistas afirmam que o impacto de 2021 não será tão grave como o causado em 2020. 

Como qualquer investimento, incertezas irão existir, principalmente neste momento onde não se tem certeza de quanto a vida retornará ao seu normal. Porem, uma coisa é certa: o mercado financeiro está voltando a se movimentar! 

De toda forma, lembre-se: o passado não dita o futuro. A lista dos fundos que mais cresceram em 2020 pode dar um norte acerca dos investimentos, mas todo investidor sabe que há riscos dentro desse universo. 

Anúncios


Fundos de papel podem, inclusive, ter desaceleraras na alta, por conta da valorização acumulada de 2020. Esse valorização gerou um valor de cotas acima do valor de patrimônio que esses fundos possuem. Fique atento!

Através do nosso blog, você estará sempre informado acerca do assunto. Então continue nos acompanhando para desenvolver cada vez mais o seu lado investidor e acompanhar notícias sobre fundos imobiliários e muitos outros!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0