O que é marcação a mercado? Saiba TUDO sobre o assunto

Conheça o mecanismo responsável por atualizar os preços dos títulos e cotas de fundos de investimentos de renda fixa.

Você já investe ou pensa investir em Renda Fixa? Saiba que sempre que você precisar resgatar o seu investimento antes da data de vencimento, a marcação a mercado vai mexer diretamente no seu bolso: pode ser para baixo ou para cima. Por isso, entender o que é marcação a mercado e como ela funciona é primordial para qualquer investidor, independente do perfil.

De forma resumida, trata-se de um mecanismo fundamental para o devido funcionamento do mercado financeiro. Ela é responsável por fazer a atualização diária dos preços dos títulos e cotas de fundo de investimento de renda fixa – e de alguns fundos de renda variável também.

É graças a marcação a mercado que conseguimos saber, por exemplo, quanto você ganharia se vendesse o seu título ou cota hoje mesmo.

Anúncios


Se você faz ou pensa em fazer resgates antes da data do vencimento, este artigo é leitura obrigatória! Leia até o final para entender melhor o conceito de marcação a mercado e ampliar o seu conhecimento na área de investimentos. Vamos lá?

O que é marcação a mercado?

Quem investe em renda fixa, busca mais segurança. Mas, é preciso entender que a renda fixa não é, ao pé da letra, exatamente fixa. É aí onde entra a marcação a mercado. Mas, o que de fato ela é?

O mecanismo promove a atualização diária nos preços de títulos de renda fixa, como por exemplo Letras de Câmbio ou o Tesouro Direto. Ele também é responsável por atualizar os preços em alguns investimentos de renda variável, como as cotas dos fundos.

E como você bem sabe, no mercado financeiro, o ajuste vem tanto para baixo quanto para cima. Em outras palavras, a marcação de mercado atribui, aos ativos e cotas de fundos, o seu preço de mercado naquele dia!

O seu uso evita que as riquezas de um cotista sejam transferidas para outro. O novo cotista (ou seja, o investidor que pretende comprar a sua cota em um fundo), por exemplo, saberá exatamente se ele está caro ou barato antes de aplicar.

Anúncios


É também graças à marcação de mercado que as perdas e os ganhos são distribuídos para quem era cotista no exato momento da alta ou queda das cotas.

Anúncios


Por exemplo: se você entrar como cotista de um fundo de investimento no dia 20 do mês corrente, terá uma rentabilidade diferente de quem entrou no primeiro dia do mês.

Como ela funciona?

investidor analisando marcação a mercado

A marcação a mercado é determinada por alguns fatores, como a inflação, os últimos acontecimentos políticos e a taxa Selic, dentre outros. Ela também é afetada pela demanda dos investidores por determinados ativos e pelo valor de títulos recém-emitidos dentro do mercado financeiro.

Quando compramos um título de investimento, pagamos um determinado preço por ele. Esse valor, que você pagou no início do investimento, tem o nome de Preço Unitário.

Anúncios


Vamos dizer que, alguns meses depois de comprar o título, a Selic aumentou e outros títulos, que pagam ainda mais dinheiro do que o que compramos, surgiram no mercado.

Obviamente, o nosso investimento fica menos atraente e tem menos demanda. Consequentemente, ele passa a valer menos! Quem ajusta o preço do seu título para baixo? Ela mesma, a marcação a mercado!

A mesma coisa pode acontecer do lado contrário! Quando a Selic cai, os títulos mais antigos pagam mais, e os novos pagam menos. Logo, o valor do que você comprou, subirá.

Deu para entender por que a marcação a mercado mexe diretamente no bolso de quem resgata o investimento antes do prazo?

Quando você vender o seu título, vai ganhar o quanto ele está valendo naquele dia! E esse valor tanto pode ser menor ou maior do que o Preço Unitário que você pagou no dia da compra.

Anúncios


Quais são as vantagens da marcação a mercado?

Demonstrar o valor real de um investimento naquele dia. Esta, sem dúvidas, é a principal vantagem do mecanismo de marcação a mercado.

Desde 2002, ela é utilizada para atualizar, diariamente, os papéis. E quem decidiu isso foi ninguém menos do que a autoridade monetária do Brasil, o Banco Central.

É ela quem traz o equilíbrio para a rentabilidade entre investidores. É uma forma bem mais transparente e confiável de se atualizar os preços do mercado.

Entender bem como a marcação a mercado funciona é fundamental para que você saiba interpretar os altos e baixos na sua carteira de investimentos. Além de te ajudar a tomar as decisões com calma: será que realmente vale a pena resgatar o investimento antes da data de vencimento?

No mercado financeiro é assim: quanto mais entendemos sobre os seus mecanismos, mais assertivos ficamos em relação a onde e como investir.

Anúncios


Este artigo foi útil para você? Então, não esquece de compartilhar este conteúdo de altíssimo valor nas suas redes sociais!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0