Menor de idade pode investir? Descubra aqui

É possível começar a investir antes mesmo da maioridade. Veja como e por que aderir

Quem disse que investimento é coisa só para adultos? Atualmente, os adolescentes também estão se interessando pelo tema! Sabia que crianças e adolescentes têm o direito de investir e planejar o seu futuro financeiro?

Menores de idades podem investir! A frase pode parecer um pouco chocante, mas os mais novos manjam muito de aprender coisas novas, não à toa, muitos se interessam por jogos.

No mundo dos investimentos, quanto antes você aprender a “jogar o jogo” de investir, melhor! Mesmo que ainda não tenha alcançado a tão sonhada maior idade.

Esses investimentos, é claro, precisa acontecer sob a devida supervisão dos responsáveis. Mas a verdade é que menor de idade pode investir, sim! Quer saber como? Então vem com a gente e faça uma boa leitura deste artigo!

Menor de idade pode investir? 

O assunto investimento ainda é um grande tabu para os brasileiros. No entanto, quando se trata de educação financeira, quanto antes você começar a entender o mercado, melhor!

Portanto, o menor de idade não só pode como é interessante que ele invista. A grande maioria dos pais não sabem disso ainda, mas nós estamos aqui para te guiar por esta informação, talvez até reveladora.

Além disso, os adultos, no nosso país, também não cultivaram o costume de investir e poupar dinheiro. A BlackRock, empresa gestora de recursos dos Estados Unidos, realizou uma pesquisa cujos dados revelaram que 37% dos brasileiros não investem por não conhecer sobre o assunto.

A pesquisa também revelou que 20% dos adultos, em nosso país, não investem com medo de perder tudo. Esse fato também revela falta de conhecimento, uma vez que atualmente, no mercado, existem formas de investir com a garantia de não perder nem um único real – mais seguros, inclusive, do que a própria poupança.

Por que os menores de idade não investem?

O Brasil é um país carente de educação financeira. Você se lembra de ter aprendido algo sobre o assunto no colégio ou na faculdade?

O resultado disso são pessoas que praticamente não tem nenhum contato com o mercado financeiro. A prova disso é que o endividamento no país acaba de atingir o maior patamar dos últimos 12 anos.

Mais de 12 milhões de pessoas terminaram o mês de fevereiro de 2022 endividados. Esse número nos mostra que 76,6% das famílias do Brasil estão endividadas.

Investir está longe de ser um bicho de 7 cabeças e deveria ser praticado por todos: até mesmo por crianças e adolescentes. A fase de desenvolvimento é ótima para aprender este tipo de coisa.

Já pensou se você tivesse tido a chance de aprender a gerir a e investir a sua grana desde cedo? Se familiarizando com o tema desde pequeno, ao crescer, o assunto não será um tabu, e sim algo natural.

É importante trazer assuntos como investimentos e economia de dinheiro para perto das nossas crianças! É que assim, elas se tornaram adultos financeiramente responsáveis, o que afeta diretamente a economia do Brasil de maneira positiva.

Os 3 melhores investimentos para menores de idade

O investimento, quando feito por menores de idade, deve ser supervisionado pelos pais. Isso quer dizer que o adulto também precisa estar por dentro e se informar acerca desse mundo que o seu filho está adentrando.

Portanto, confira abaixo 3 dicas de investimentos que podem ser feitos de forma simples e não oferecem risco ao dinheiro do seu filho. Vamos lá?

1 – Renda Fixa

Os títulos de renda fixa são investimentos seguros e, portanto, indicados para os primeiros passos de crianças ou adolescentes no mercado financeiro. Existem aqueles que são incidentes de imposto, como CDB e LC, e os são isentos dele, como LCI e LCA.

São investimentos de curto prazo, que vencem de 2 a 3 anos, e valor de aplicação mínima de R$ 1.000. A rentabilidade, normalmente, é atrativa. E no vencimento, dá pra reaplicar o valor. No entanto, produtos de renda fixa não tem liquidez diária – isso quer dizer que fazer o resgate antes da data de vencimento é contraindicado.

2- Tesouro Direto

O Tesouro direto é um dos investimentos mais acessíveis do mercado. É possível fazer aplicações a partir de R$ 32. Além disso, é um investimento super conservador, indicado tanto para o longo prazo ou para fazer resgates imediatos se necessário.

O Tesouro Indexado ao IPCA é indicado para investimentos a longo prazo. É para aqueles jovens que desejam investir para mais tarde pagar a sua faculdade, comprar seu carro, etc.

O Tesouro Prefixado é indicado para quem quer o médio a longo prazo. Por ter taxas de remuneração acima da média, vale muito a pena para quem quer investir e alcançar as mesmas finalidades que com o IPCA.

Tem também o Tesouro Selic, indicado para quem está buscando lucros – liquidez – diária. Ele é tipo uma poupança, você pode resgatar a qualquer momento.

3 – Fundos de investimento de renda fixa

Fundos de investimento são muito bons, principalmente para quem ainda não entende muito sobre o assunto, mas deseja investir mesmo assim. Os produtos nos quais os fundos investem costumam ser seguros e trazer bons lucros.

Existem cotas que começam em valores bem baixos. Além disso, em alguns deles, você consegue fazer o resgate do dinheiro no mesmo dia.

Em Alta

Aguarde…

0