Entenda como funciona o mercado de ações e invista sem medo

Confira as informações mais importantes para quem está pensando em ingressar no mercado de ações

Já sei foi aquele tempo em que investir era algo “para poucos”. Ao contrário de alguns anos atrás, quando os investidores eram associados a pessoas com grandes fortunas, atualmente qualquer um pode entender como funciona o mercado de ações e investir a partir de R$ 10, por exemplo!

A tecnologia revolucionou o mercado financeiro. Qualquer pessoa que deseja alcançar grandes objetivos em relação a ganhos, pode aumentar as suas chances aprendendo a investir bem a sua grana. E como a gente já disse, esse não é mais um privilégio só de quem é rico.

Está começando a investir agora? Mais um motivo para você entender melhor como funciona o mercado de ações. Ele oferece oportunidades interessantes, principalmente, para quem investe de acordo com o seu perfil de investidor, perseguindo objetivos financeiros reais.

Quer entender melhor como funciona o mercado de ações? Então, confira agora quais são os riscos, as vantagens e como fazer o seu dinheiro se multiplicar!

Mercado de ações: O que é?

Vamos exemplificar de forma bem simples: em um supermercado, encontramos alimentos e produtos para o dia a dia. No mercado de ações, a gente encontra…as ações! Ou seja: trata-se de um ambiente onde as ações são negociadas (compradas e vendidas).

As ações são pequenas frações do patrimônio das empresas, que as vendem para se capitalizar. Quem compra uma ação, automaticamente, se torna um acionista da empresa. Do mesmo jeito que no supermercado você escolhe o que vai levar para casa, no mercado de ações você seleciona em quais empresas deseja investir o seu capital. Simples assim.

Com certeza você já ouviu sobre o mercado de ações nos noticiários, e como eles estão sempre se movimentando por causa de mudanças políticas, econômicas e decisões de grandes empresas. Muitos fatores externos causam reações automáticas na Bolsa de Valores.

É por isso que as ações são investimentos de alto risco. No entanto, com o conhecimento adequado e a estratégia correta, é possível ter sucesso e fazer o dinheiro render, mesmo diante dos riscos.

O senso comum criou uma espécie de medo ao redor do mercado de ações. Infelizmente, o tema ainda é tabu para muitas pessoas. Por isso, queremos que você entenda bem como funciona o mercado de ações!

Como funciona o mercado de ações na prática?

investidor analisando o mercado de ações

Vamos comparar o mercado de ações com um supermercado novamente, pois fica mais fácil entender a sua dinâmica quando a gente explicar dessa maneira. Quando você vai ao mercado de ações, no lugar de mercadorias, vai encontrar ações, que também são chamadas de papéis das empresas.

Ele existe para intermediar, ou seja, ser uma ponte entre os investidores e as empresas que desejam vender as suas ações. Essas empresas, por sua vez, estão listadas na Bolsa de Valores – Vamos falar sobre ela mais à frente.

Ao comprar uma ação, o investidor acredita que a empresa da qual ele acaba de virar acionista vai valorizar, e que o preço daquela ação irá subir! Quando o preço da ação sobe, o investidor pode vendê-la para outra pessoa pelo preço valorizado – o que lhe renderá lucros.

A Bolsa de Valores é o ambiente onde o investidor compra e vende os ativos. Os valores das ações estarão sempre de acordo com a lei da oferta e da demanda. É por isso que os preços das ações são voláteis e podem descer ou subir a qualquer momento. Entenda melhor abaixo!

O que é a Bolsa de Valores?

A Bolsa de Valores é o ambiente onde os papéis ou as ações das empresas são negociados. Ela está diretamente ligada ao mercado de ações e, por isso, é de extrema importância que se tenha conhecimento sobre ela.

A Bolsa de Valores Brasileira se chama B3. Trata-se de uma plataforma onde empresas e investidores negociam os seus ativos, tanto do primeiro quanto do segundo mercado. Você sabia que existem dois tipos de mercados de ações? 

No mercado primário, apenas empresas podem vender ativos aos investidores. É neste mercado que elas ofertam as suas ações aos interessados e arrecadam todo o capital.

Já no mercado secundário, as negociações são de investidor para investidor. Nele, você pode vender a sua ação valorizada para outra pessoa que tenha interesse em comprar os papéis de uma empresa que não se encontra com o capital aberto no primeiro mercado no momento.

Quais são as vantagens de investir no mercado de ações? 

moedas simulando lucro com mercado de ações

Investir no mercado de ações é algo que traz boas vantagens quando o investidor está focado no longo prazo. É que as ações costumam ser bem rentáveis – ainda mais rentáveis do que os investimentos de renda fixa.

Sem contar que o investidor que aprende a lidar com os riscos da Bolsa termina se expondo aos mais diversos cenários. Como existem vários tipos de empresa negociando os seus papéis, o investidor pode diversificar bastante a sua carteira de investimentos – estratégia recomendada por especialistas.

Além disso, quem negocia ações também pode se livrar dos impostos. Se as vendas não ultrapassarem os R$ 20 mil mensais, você não precisa pagar Imposto de Renda em cima do seu lucro.

E então, gostou de saber como funciona o mercado de ações? Aqui no Ciclick, na sessão “Investimentos”, você encontra diversos artigos sobre o tema, incluindo quais os tipos de ações existem!

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0