Como investir em ouro com sucesso – Guia completo 2021

Tá pensando em investir em ouro? Então você não pode deixar de conferir o nosso guia completo para comprar com segurança proteger a sua carteira de investimentos!

Muita gente abriu os olhos para investimentos em ouro nos últimos anos. Isso aconteceu porque entre os anos 2000 e 2019, o metal precioso acumulou uma valorização de 240%. Impressionante, não? Neste Guia Completo, vamos te mostrar como investir em ouro, quais os riscos envolvidos e como ter sucesso nesse mercado!

Em 2020, investimentos em ouro estavam oferecendo rentabilidade de aproximadamente 40% até o mês de junho. Geralmente, investidores compram ouro para que possam se proteger em momentos de crise, como o que estamos vivendo agora.

Anúncios


Pandemias e crises econômicas, assim como períodos de guerra, costumam elevar o interesse dos investidores pelo ouro. Dessa forma, ele se torna parte de muitas carteiras de investimento.

Se você está interessado em investir em ouro, aproveite o conteúdo deste guia completo para aprimorar os seus conhecimentos e dar o primeiro passo. Preparado? Então, vamos lá!

Comprar ouro é realmente vantajoso?

Você sabia que, dentro do mercado financeiro, o ouro é um ativo físico? Diversos países mantém suas reservas monetárias em ouro.

É comum que haja dúvidas sobre o ativo. Mas, saiba que o ouro é um investimento muito seguro, pois a sua demanda é praticamente garantida.

O ouro tem muita facilidade para a conversão em moeda – ou seja, é um investimento de alta liquidez. Além disso, quando a situação fica feia, é para ele que os investidores costumam correr.

Anúncios

Pare um pouco e lembre-se das aulas de história: trata-se um dos mais antigos ativos da história da humanidade. Por isso, quem tem posse de ouro tem uma reserva de valor e, consequentemente, patrimônio.

Mas, a compra de ouro é segura?

Anúncios


Imagine que você tem uma carteira de investimentos composta por 40% de renda fixa e 60% de renda variável.

Agora se lembre de quando, em 2020, a taxa básica de juros e o Ibovespa sofreram uma queda brusca. Toda a rentabilidade da sua carteira foi afetada.

Imagine que a sua carteira, ao invés de ser composta somente de renda fixa e variável, também tivesse investimentos em ouro.

Isso teria salvado o seu patrimônio, uma vez que o ouro subiria cerca de 40% ou mais durante o mesmo período. Entendeu agora o papel do ouro e a sua importância?

Anúncios

Por esse motivo, especialistas recomendam que as carteiras de investimento também sejam compostas por ouro. Porém, em menor quantidade do que os demais ativos. O grande papel desse investimento é proteger o patrimônio!

Então, qual seria o melhor momento para investir em ouro?

O ideal é que o investidor compre ouro aos poucos, frequentemente e de acordo com a estratégia estabelecida por si próprio.

A indicação é que você defina um percentual para alocação dos ativos presentes na sua carteira de investimentos e compre de acordo ele.

Caso você aloque mais do que o percentual definido, vale a pena vender parte do ouro e realocá-lo em uma modalidade diferente de ativos.

Anúncios

Com ouro, não tem essa de adivinhar o melhor momento. Ele é um ativo com finalidade de proteção e deve estar sempre presente na sua carteira.

Existem riscos para quem investe em ouro?

Quem compra ouro como um ativo de proteção do seu patrimônio não costuma ter sustos ou problemas com isso.

O problema está no pensamento de ganhar dinheiro comprando e vendendo ouro. Por isso, não se atenha a rentabilidade do ativo para mantê-lo ou não em sua carteira.

Não é sobre a compra e venda, e sim sobre a proteção de tudo o que você já tem. Ou seja: estamos falando de minimizar perdas.

Portanto, não deixe que a alta volatilidade do preço e a liquidez do ouro afetarem a sua mente. Na hora de investir em ouro, foque em resguardar seu patrimônio.

Anúncios

De qualquer forma, achamos importante que você compreenda quais os fatores que costumam mexer com a cotação do ouro no mundo. São eles:

1.      A situação das principais economias do mundo.
2.      Oferta e demanda.
3.      Aspectos naturais, como a extração.

E como faço para investir em ouro?

Só é possível investir em ouro através de uma corretora de valores.

Caso você não esteja em nenhuma, não deixe de conferir este artigo sobre as principais e mais influentes corretoras do Brasil.

Através das corretoras, o investidor pode negociar futuros contratos de ouro. Ele também pode participar de um fundo de investimentos em ouro, junto a outros compradores.

Abaixo, saiba mais sobre as modalidades.

Anúncios

Contratos Futuros de Ouro

Nesta modalidade de investimento em ouro, as negociações são feitas em um espaço dentro da plataforma da sua corretora, o home broker.

É através do home broker que o investidor negocia contratos futuros de ouro em maior liquidez, codificados da seguinte maneira:

Lote de 250g (padrão) – OZ1D

Lote de 10g (fracionário) – OZ2D

Aqui, vende-se o contrato, e não o ouro físico.

Fundos de investimento em ouro

Investir em fundos de investimentos em ouro é dar o primeiro passo na proteção do seu patrimônio com metais preciosos!

Nesta modalidade, o investidor só precisa se preocupar em reduzir a sua posição ou aportar. Nada de códigos ou entendimento afundo sobre o mercado do ouro ou sobre seu futuro.

Anúncios

Existem os fundos passivos, onde o gestor acompanha flutuações na cotação da grama do ouro e busca maior rentabilidade.

E os fundos ativos, onde o gestor procura negociar o ouro em busca de mais retorno.

Para quem não sabe, o gestor do fundo é responsável por administrar e operar os fundos de investimento.

Confira a seguir alguns fundos de investimento em ouro:

Órama Ouro FIM – O fundo de investimento em ouro mais acessível do mercado requer investimento mínimo inicial de R$ 100. A taxa máxima para a administração é de 0,6% do ano.

XP Trend Ouro FIM – Para investir em ouro neste fundo é necessário iniciar com investimento mínimo de R$ 500. Sua taxa administrativa é de 0,5% ao ano.

Caixa FI Ouro – Aqui, é preciso investir no mínimo R$ 5 mil. A taxa de administração é de 1,5% ao ano.

Anúncios

Dá pra investir em ouro físico?

Sim, dá! Apesar de já ter sido mais complicada, a compra do ouro físico é facilitada atualmente, graças às instituições credenciadas para a venda.

Essas instituições oferecem o serviço pela internet. Por isso, compre de uma que você conhece bem e confia. Pesquise se ela está credenciada pela Comissão de Valores Mobiliários e pelo Banco Central. 

Lembre-se de comprar um bom cofre ou de contratar o serviço do seu banco para guardar o ouro comprado.

E aí, já se sente mais confiante para investir em ouro? Então, não perca tempo e dê o primeiro passo. Aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e ajudar outras pessoas que também pensam em investir!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta