Conservador, moderado ou arrojado? Descubra o seu perfil de investidor

Cada investidor tem um perfil que dialoga com a sua aversão aos riscos e o seu apetite pela rentabilidade. Veja como definir o seu

Descobrir qual é o seu perfil de investidor. Este é o primeiro passo que você precisa dar caso decida se aventurar nos mares da Bolsa de Valores ou do mercado financeiro. Cada perfil carrega consigo determinados objetivos e as suas aplicações precisam estar em concordância com eles.

É sempre bom lembrar que, por falta de informação, muita gente perde dinheiro ao realizar investimentos que não dialogam com o seu perfil, apenas por estarem “na moda”.

O investidor iniciante costuma achar que ter um bom dinheiro na reserva e acompanhar a onda do mercado são o suficiente. Mas, a realidade é que ser bem sucedido nos investimentos depende de muitos outros fatores.

Afinal de contas, você sabe o qual o seu perfil de investidor? Conheça agora a importância de definir o seu e entenda como ele impacta diretamente no seu modo de investir e alcançar os seus objetivos! Vamos lá?

Perfil de investidor: O que é?

Cada investidor tem o seu perfil. Trata-se de uma análise ou classificação ligada ao risco que você está disposto a assumir com os seus investimentos. Resumindo: o seu perfil de investidor é o que define que tipo de investidor você é!

Também conhecido pelo nome de suitability (aptidão, em inglês), a classificação é uma das exigências feitas pela Comissão de Valores Mobiliários, a CVM. O órgão é responsável pela regulamentação de tudo o que envolve investimentos, Bolsa de Valores e aplicações financeiras aqui no Brasil.

Respondendo algumas perguntas – vamos revelar quais mais para frente – você mapeia os pilares mais importantes em relação a investimentos para você. O seu perfil será, então, definido a partir das suas preferências e objetivos ao investir.

Na hora de tomar uma decisão, é normal que você abra mão de parte da segurança, da liquidez ou da rentabilidade para chegar onde pretende com as suas aplicações. E o que você escolher para ser deixado um pouco de lado tem tudo a ver com o seu perfil de investidor.

Como descobrir o meu perfil de investidor?

Para chegar nessa resposta, existem algumas perguntas básicas que você precisa responder. Por exemplo: Qual a sua tolerância ao risco? Por quanto tempo você deseja investir? Através de uma análise baseada nas suas respostas, a instituição – a corretora de valores – vai indicar quais são os investimentos mais adequados para os seus objetivos.

No entanto, os perfis de investidor não são imutáveis. Você pode, por exemplo, começar a investir com um objetivo e estratégia e mudá-los depois de algum tempo, o que vai te jogar para um perfil diferente do anterior. Faz parte!

Normalmente, quem começa a investir tende a ser mais conservador. Ao longo do tempo, quando investir se torna uma prática e já se entende mais sobre o mercado financeiro, esse mesmo investidor pode se tornar moderado e, em seguida, arrojado.

Confira, no próximo tópico, quais são os perfis de investidor e quais estratégias se enquadram em cada um deles!

Conheça os 3 perfis de investidor

Existem três tipos de perfil de investidores, de acordo com a Anbima, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. São eles: conservador, moderado e arrojado, como mencionamos anteriormente. Vamos entender melhor cada um agora.

Perfil Conservador

Investidores de perfil conservador toleram menos riscos ao realizar seus investimentos. Isso significa que, ao investir, eles preferem aplicar o seu dinheiro em produtos financeiros que apresentem pouco ou nenhum risco.

O que o investidor de perfil conservador deseja, em outras palavras, é ter ganhos passando pelo menor risco de perder dinheiro possível. Mesmo que, para isso, ele lucre menos do que com investimentos mais arriscados.

Logo, para esse perfil de investidor, as corretoras indicam investimentos de Renda Fixa. Eles apresentam riscos baixos e garantia de rentabilidade. São eles: CDB, fundos de renda fixa, títulos públicos… e outros produtos.

Perfil Moderado

O perfil moderado está entre o conservador e o arrojado. Enquadram-se aqui investidores que querem correr um risco mediano ao realizar as suas aplicações. Ou seja: estão dispostos a assumir um certo risco para que a rentabilidade seja maior.

Ao mesmo tempo, o investidor de perfil moderado não abre mão de um determinado grau de segurança. É por isso que ele também investe em renda fixa, mas aposta em investimentos um pouco mais arriscados, como fundos de multimercado e ações de baixo risco, por exemplo.

Em outras palavras, o investidor moderado não tem aversão aos riscos, mas é preocupado com a sua segurança.

Perfil Arrojado ou agressivo

homem com perfil de investidor arrojado

O nome já diz tudo: investidores arrojados são aqueles dispostos a correr altos riscos em prol de uma maior rentabilidade, ou seja, mais lucros de seus investimentos! Eles não se importam, por exemplo, de perder uma parte do seu patrimônio ao investir.

Por isso que na sua carteira de investimentos iremos encontrar mais produtos de renda variável, como fundos de ações, ações e outros. Investidores perfil arrojado já estão há algum tempo dentro do mercado financeiro e entendem bem sobre ele.

A inteligência emocional deve ser uma das suas principais características, já que esse investidor, ocasionalmente, precisará lidar com perdas financeiras. Ele também deve ter uma boa reserva de emergência e diversas fontes de renda para contornar as situações de perda.

Este artigo te ajudou? Aqui no blog, na sessão de investimentos, você encontra uma enorme variedade de artigos sobre o tema para se aprofundar ainda mais nos seus estudos e pesquisas. Aproveite para conferir!

Em Alta

Aguarde…

0