Fundos de Investimento Internacionais: Vantagens e como investir

Quem deseja diversificar a carteira certamente deve investir nos fundos internacionais como uma opção de investimento no exterior. Existem grandes potenciais de ganhos relacionados a esse tipo de investimento. É sobre eles que vamos falar neste artigo!

Diversificar a carteira de investimentos é uma estratégia utilizada por muitos investidores. Ela ajuda a manter o equilíbrio entre risco, liquidez e rentabilidade!

Uma carteira diversificada distribui o risco em diferentes categorias de aplicação. A questão é que essas aplicações são opostas, quando falamos em comportamento. Traduzindo: quando você perde aqui, termina ganhando ali. Isso traz segurança para o seu patrimônio.

Quer saber quais são as vantagens de investir em fundos de investimento internacionais? Então, continue com a gente e fique por dentro de tudo sobre o assunto! Boa leitura!

Como funcionam os Fundos de Investimento Internacionais?

Investimentos no exterior requerem uma certa burocracia. Mas quando se trata de fundos, tudo se torna mais acessível. Tratam-se de aplicações cujo rendimento está diretamente ligado a ativos de moedas internacionais.

São como quaisquer fundos de investimento, na verdade. A diferença está na composição, já que os ativos são negociados no exterior. Como sabemos, fundos reúnem o capital de diversos investidores.

Quem compra os ativos são os gestores do fundo. Os especialistas seguem regras rígidas. Eles escolhem os melhores investimentos de acordo com os principais objetivos de todos os cotistas. 

É assim que os fundos internacionais garantem aos participantes as melhores taxas de rentabilidade. Por esse motivo, fundos de investimentos internacionais estão conquistando os brasileiros.

Vantagens de investir em fundos internacionais

Como mencionamos anteriormente, investir fora do país era algo que envolvia muita burocracia. O capital inicial era muito alto e existiam pouquíssimas opções dentro do mercado. Além disso, era necessário abrir conta em bancos internacionais.

No entanto, com o avanço da tecnologia dentro do mercado financeiro proporcionou ofertas inéditas vindas de corretorias da valores de todo o país. Logo, as alternativas aumentaram.

Essa movimentação fez com que os investidores brasileiros começassem a olhar mais para ativos internacionais.

Com a baixa nas taxas de juros e o aumento do dólar, diversificar a carteira com investimentos internacionais se mostrou um caminho para proteger o patrimônio.

Não só isso. Os ganhos sobre capital são reais, e você pode começar agora mesmo, através da sua corretora de valores.

Tipos de fundo internacional

Fundos de renda fixa

Os fundos de renda fixa investem a maior parte do patrimônio dos seus cotistas em ativos de renda fixa. São títulos públicos de países emergentes, organizações multinacionais, debêntures, etc.

Esse tipo de fundo garante mais segurança ao patrimônio, já que eles contam com proteção de variação cambial. Os seus rendimentos estão, em sua grande maioria, atrelados ao CDI, podendo superar a taxa, a depender do momento.

Esse tipo de investimento é mais comum entre investidores de perfil conservador, que são aqueles que prezam pela segurança acima de liquidez e rentabilidade.

Fundos de renda variável

Os fundos de investimento de renda variável são aqueles que tem a carteira composta em sua maioria de ativos de renda variável. Estes ativos não tem a rentabilidade pré-definida como os de renda fixa.

Entre os investimentos estão ações, cotas de outros fundos de renda variável, e títulos de ETFs, que são os Exchange Traded Funds. São investimentos de natureza imprevisíveis.

Para saber o quanto um investimento como este pode render, é necessário antes observar o histórico de desempenho da aplicação durante o último ano. Além disso, é interessante que o gestor do fundo acompanhe os movimentos da economia mundial.

Fundos internacionais de renda variável costumam ser procurados por investidores de perfils moderados a arrojados.

Fundo Cambial 

Nos fundos Cambiais internacionais, o patrimônio dos cotistas é direcionado para a compra e venda de moedas estrangeiras. Quase sempre, a moeda escolhida é o dólar americano.

Esses fundos dependem de movimentos das economias envolvidas. Neste caso, do brasil e do país que emite a moeda comprada pelo fundo. Por esse motivo, é mais difícil prever os resultados em relação à rentabilidade.

Por esse motivo, os fundos Cambiais são indicados para investidores de perfil agressivo ou arrojado.

Quais os riscos de investir em Fundos de investimento internacionais?

Qualquer investimento está atrelado a riscos. Principalmente os de renda variável. Portanto, existem sim riscos para investidores que desejam investir em fundos internacionais.

Quando investimos no exterior, estamos nos expondo à economia de outra nação. Por isso, escolha bem em qual país você irá concentrar os seus investimentos internacionais.

Aplicações são mais seguras quando estudamos bem os investimentos que vamos realizar. Escolher uma corretora de valor estimada, de qualidade e confiança, também é um ponto chave para que seus investimentos internacionais sejam bem sucedidos.

Gostou deste artigo? Então, não esquece de compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais!

Em Alta

Aguarde…

0