2021: Investimentos seguros e melhores do que a poupança

Quer saber como proteger o seu patrimônio sem correr riscos e com investimentos melhores do que a poupança? Leia este artigo até o final.

A poupança é um investimento seguro que, durante muito tempo, foi onde nosso povo mais investiu. No entanto, o cenário não é mais o mesmo: atualmente, ela perde para a inflação e rende muito menos do que as contas em bancos digitais, por exemplo. Neste artigo, vamos te apresentar opções melhores (leia-se, mais rentáveis!) para você investir as suas economias!

Na prática, investir na poupança não só deixou de ser um bom negócio, como passou a significar perda de dinheiro. A boa notícia é que o mercado está repleto de alternativas seguras e atrativas! Ou seja, investimentos que não apresentam riscos e garantem retornos mais altos para quem tem algum dinheiro “parado” no banco.

Então, se você quer saber onde e como investir para se livrar dos efeitos da inflação sobre o seu patrimônio, acompanhe este artigo até o final. Boa leitura!

Anúncios


Nem só de poupança vive a economia 

Uma característica comum a investidores de perfil conservador são vícios atrelados ao medo de perder dinheiro – como, por exemplo, achar que apenas a poupança proporciona segurança. 

Primeiramente, saiba que isso não é verdade. Recentemente, a poupança tem apresentado rendimentos baixíssimos. Isso acontece porque ela depende diretamente da taxa Selic, a taxa básica de juros da nossa economia. E ela, atualmente, está em 2% ao ano – a menor de toda a história. 

Portanto, esqueça a crença de que só a poupança é segura. Com a inflação alta, quem ficou preso à poupança no ano passado deixou de ganhar dinheiro. Então, ela pode até ser um investimento seguro, mas, na prática, não está rendendo nada!

Anúncios


Especialistas indicam: fuja da poupança

A Associação Brasileira dos Mercados Financeiros e de Capitais revelou um dado, no mínimo, interessante. Segundo ela, mesmo sem nenhum rendimento, a classe média brasileira mantém 70% do seu dinheiro aplicado na poupança. Já os mais ricos mantém apenas 0,4%. 

Anúncios


Isso demonstra que quem realmente tem conhecimento financeiro toma decisões mais assertivas. Enquanto a massa, que não busca ou não tem acesso a essas informações, está deixando de ganhar dinheiro. Portanto, vale refletir: de que lado você prefere estar?

Então, onde investir? 

Como mencionado anteriormente, além da poupança, existem outros investimentos seguros. A diferença é que, atualmente, eles rendem bem mais. Simples assim! Confira abaixo. 

Anúncios


Tesouro Direto

O Tesouro direto está ligado a Selic, tal qual a poupança. Só que, ao invés de pagar 70% da Taxa Referencial, o Tesouro Direto paga 100%. Em outras palavras, é muito mais lucrativo!

Trata-se, portanto, de um investimento para a sua reserva de segurança. Por ser garantido pelo Governo, é possível sacar o dinheiro a qualquer momento. Além disso, ele é considerado um dos investimentos mais seguros do país. 

Fundo garantidor de crédito (FGC) 

O Fundo Garantidor de Crédito cobre um conjunto de investimentos selecionados. Todos estão protegidos em até R$ 250 mil em títulos de uma única instituição. Ou seja, o risco de perder dinheiro é muito menor! O limite é de R$ 1 milhão em investimentos por cada CPF. 

Investimentos com margem alta de segurança 

CDB: modalidade de investimento onde o banco toma o seu dinheiro “emprestado”. Isso garante a devolução do valor com juros. É especialmente protegido pelo Fundo Garantidor de Credito. Por isso, não existem riscos para valores até R$ 250 mil. 

Anúncios


A partir de R$ 500, você já consegue investir pelo app do seu banco digital. E como é possível resgatar o valor a qualquer hora, vira um tipo de reserva de emergência. 

Letra de câmbio (LC): trata-se de um investimento de renda fixa, indicado para quem busca rentabilidade superior a CDB e poupança. O FGC também protege a LC em até R$ 250 mil. 

LCI e LCA: as siglas significam Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio. Ambas representam investimentos seguros e bons retornos financeiros, pois contemplam setores que crescem a cada dia. São isentas do Imposto de Renda e protegidas pelo FGC. 

RDB: O Recibo de Depósito Bancário, ou RDB, é um investimento onde o investidor empresta o seu dinheiro para o banco. O valor é acrescido de juros e devolvido após um período pré-estabelecido. 

LHs: As Letras Hipotecárias, ou LHS, são títulos em Renda Fixa emitidos por instituições financeiras. Por exemplo: companhias hipotecárias, sociedades de crédito imobiliário, bancos, sociedades de crédito imobiliário. São lastreados em créditos imobiliários. 

Anúncios


Entre todos os investimentos mencionados acima, os mais populares são o CDB e o LCI/LCA. 

Deixe a poupança de lado sem medo!

Se você estava estagnado na poupança, saiba que não existe um momento melhor da economia para explorar novos horizontes do que agora.

Sem dúvidas, essa mudança de mentalidade e de ações pode gerar bons frutos. Portanto, acredite e invista em outras opções tão seguras quanto e muito melhores do que a poupança! 

Gostou de conhecer opções de investimentos melhores do que a poupança? Então, clique aqui para conferir outras formas de multiplicar o seu patrimônio. Ah, e não esquece de compartilhar nas suas redes sociais, tá? Assim, você também ajuda seus amigos e familiares com essa super dica!

Fernanda Reis
Redatora formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, fotógrafa nas horas vagas e mãe da Aurora. Nascida e criada em Recife (PE). Em seus 28 anos de vida, sempre teve paixão por escrever e um interesse especial pelas áreas de Economia e Finanças.

Artigos Relacionados

Em Alta

Aguarde…

0